segunda-feira, março 13, 2006

O Meu Novo Campo





Era uma vez uma papoila pequenitates e coradinha, que foi nascer num campo de girassóis pendentes amarelo, verde e amarelo em ondas… muito direita, mesmo que pequenitates e coradinha, todos os dias abria as suas pétalas mal o Sol chegava e o bem dizia, e começava a fechar-se assim que se levantava a Lua, que também sempre bem dizia. Falava assim:
" - Bem Hajas Sol que me endireitas e me dás esta cor vermelhinha e Bem Hajas Lua que me deixas descansar mesmo em noites de luar." Mas também pensava, só para si, pensava… aquela coradinha e pequenitates lá se abria e fechava, e dia após dia pensava…, um dia passou um amigo que lhe disse: “Papoila os teus pensamentos deviam chegar aos girassóis!”
Conheceu um SAPO que a deixou invadir um campo de girassóis com pensamentos de papoila... onde encontrou muitos amigos que trocavam seus pensamentos... até que um dia, uma filha do luar, a Ana, a ajudou a fazer obras no campo…um lindo campo de papoilas, junto a um monte com uma casa… deu-lhe seiva às pétalas e seus pensamentos foram crescendo, e cada dia havia mais girassóis, anjos, feiticeiros, luas, olhares, palavras, aromas e perfumes, almas, magias, bruxinhas, bichos, magos, poetas, loucos e outras flores a tornarem-se seus amigos…E por lá muito feliz crescia a papoilita até que uma vez, um bicho, uma escorpiona, a Ana Scorpion passou e disse:
“Vim até este campo e descobri que gosto do teu cheiro ao sol! Queres vir comigo? Posso levar-te daqui com jeitinho!”
A Papoila não queria acreditar, e perguntou :
“ Vais cortar-me, e meter-me numa jarra? Tenho medo de molhar os pés e constipar-me, está ainda muito frio!”
“ Não com cuidado eu levo-te com todas as raízes, damos um grande passeio e planto-te noutro campo! Pelo caminho conversamos as duas, queres?”
“ Claro que sim!” e mudou-se para um campo novo mais a seu gosto, sempre com os cuidados e desvelos da sua nova amiga.
Vivia feliz no seu campo, os amigos eram cada dia mais numerosos, visitavam-se com muita frequência, na verdade já não dispensava a sua companhia diária e a troca de pensamentos. Até que um dia o tal SAPO, sem nada anunciar resolveu fazer mudanças profundas no campo, de tal modo o revolveu que as suas raízes ficaram em risco… A Papoila protestou, mas ajudada pela sua grande amiga, Ana Escorpiona, agora Perdida na Tempestade, mudou-se para este novo campo onde recebe todos os seus amigos. O seu campo nas terras do SAPO ainda se mantém, por quanto tempo não sabe, mas promete que jamais deixará de visitar seus amigos e espera vir a contar com mais, nesta sua nova morada.
BEIJOS

2 comentários:

Isa&Luis disse...

Olá papoila linda! Bem vinda ao teu novo campo! Aqui deixarei o meu. A vida é feita de mudanças lolol tem um dia vestido de um azul intenso.

Beijinhos fofos

Isa&Luis disse...

ola menina, esqueci de dizer que sou a singularidade, e que tb tive que criar novo espaço.

beijinhos muitos para ti

Isa