domingo, abril 21, 2013

Premonição!


Calculava que com a tua estratégia chegarias sem te fazeres anunciar,  e o teu sentido de claridade e retidão conseguiria a pouco e pouco derrubar as paredes do meu búnquer escuro ao entrar por entre as frinchas das pedras para afugentar as minhas sombras do medo e do mundo que as mantinham tão firmemente unidas… Já supunha que chegarias com alguma manobra diplomática e subtil, e que o teu discurso de razões e certezas saberia negociar a liberdade dos meus sonhos que estavam cativos… Sabia que serias capaz de resgatar a ilusão e a confiança prisioneiras nos meus recintos da solidão… Acreditava que aparecerias com alguma táctica perspicaz apontando para o bosque de duvidas inimigas todas as tuas minas  de promessas e ilusões  para  me arrancar com paciência a armadura de luto  que trazia colada à pele… Sabia, que chegarias com a tua bandeira branca para dar brilho a meus olhos cansados e que todos os teus recursos dariam amparo a meus fatigados ossos… Agora só me  falta imaginar tudo o que pode chegar no horizonte quando adormeço encostada a ti…
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

11 comentários:

Ana S. disse...

Olá Papoila!
Por vezes, para penetrar na solidão é necessário encontrar uma táctica subtil que nos desarme. Parabéns ao Bravo "soldado" por tal feito. ehehe
Beijinhos

Agulheta disse...

Olá Papoila! Já tive ocasião de dizer que o poema é sentido,as palavras bem subtis que só tu podes decifrar a razão delas.
Beijinhos e boa semana.

Mar Arável disse...

Palavras com vida
por dentro

Lilá(s) disse...

E viva a bandeira branca...
Bjs

Ligada à Terra disse...

Papoila, que BOM saber que ainda tens o teu blog. Um abraço :)

elvira carvalho disse...

Amiga o Sexta está em festa. Mas esta só tem sentido entre amigos.
Se puder passe por lá.
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
desculpa a invasão,
a premonição é dúbia,
será advertência ?
ou . . . pressentimento ?
,
um mar de estima,
deixo-te,
*

Nylda disse...

Beijinhos Papoila e uma excelente semana!

APC disse...

Que bom, ter vindo à sua procura e concluir que ainda aqui mora! :-) Que bom voltar a lê-la. A vida é cíclica, e hoje dei por mim a voltar... Aqui!

Um abraço

Jorge P.G disse...

A qualidade poética a que me habituei a ler por aqui.

Um abraço.

Lilá(s) disse...


⋱ ⋮ ⋰ ♬♪ ⋯ ✰ ⋯ ♬♪ ⋰ ⋮ ⋱
Passando para desejar um FELIZ NATAL e um NOVO ANO repleto de muitas e grandes realizações.
Beijinhos