quarta-feira, dezembro 05, 2007

Não houve palavras...

Um fim de tarde,
cruzamos nossos olhos
não houve palavras…
O amor falou por nós,
alma e coração se fundiram
Nesse primeiro encontro
entregamo-nos... tu a mim… eu a ti…
Não houve palavras
os olhares nos bastaram
mesmo quando nossos corpos
transpiravam amor…
Não houve palavras
para sentir o calor de teu abraço
quando nossos olhos
se afastavam…
Não foram necessárias palavras
para dizermos
Amo-te.


BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!

6 comentários:

Pitanga disse...

Às vezes as palavras quebram a magia.

beijos para ti.

markus disse...

O amor não precisa de palavras...
Com votos de bfds deixo um carinho e

“A pureza de um dia


A riqueza de um afago no olhar
A firmeza dos corpos tangível
A largueza das mãos a sonhar
A nobreza das almas invisível

Hoje escrevo sobre a pureza
De um dia simples que acabou
De um Mundo sem tristeza
E que em pensamentos ficou

Bjos***************

su disse...

Para que servem assim as palavras...se os olhos, ao primeiro olhar entregaram as almas no regaço uma da outra?!

Lindo. Beijinho grande aqui da Teia.

Peter disse...

Fundamentalmente estou aqui hoje (já cá estivera antes a ler o teu poema) a agradecer-te as palavras amigas. É sempre agradável sentir que do outro lado existem pessoas como tu que nos apreciam e não espíritos retorcidos e medíocres, que só destilam veneno.

Tudo de melhor para ti no fds em que o feriado saiu "branco".

Agulheta disse...

Querida amiga. Como dizem!palavras para quê...Amor sempre,este rexto esta divinal,adorei. Beijinho e bom fim semana Lisa

Papoila disse...

por vezes as palavras não são mesmo necessárias...

Beijinhos
BF