sexta-feira, novembro 07, 2008

deixa a chuva chover...

Deixa a chuva chover
nas calçadas
na rua...
na alma…
Deixa a água cair
com calma
com pressa...na boca…
Deixa a chuva pingar
nas roupas... nos varais
nos telhados
nos campos…
Deixa que chova
que molhe
que venha...que beba
a água da alma…
Deixa chover
molhar tua boca
na minha…
Deixa cair
um manancial de beijos
na rua...na lua cheia
Deixa ficar molhada
na perna...na terra
a brotar delírios…
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

16 comentários:

Agulheta disse...

Papoila. Lindo esta chuva que fala de sentimentos,com fundo desta linda melodia.
Beijinho bfs

Peter Pan disse...

Oh, Linda Amiga:
Um poema lindo, sensível e Doce sobre a chuva que cai e pelas suas mãos faz milagres acontecerem.
Uma beleza e pureza gigantescas. A sua!
"...Deixa a chuva pingar
nas roupas... nos varais
nos telhados
nos campos…
Deixa que chova
que molhe
que venha...que beba
a água da alma…"


Simplesmente sublime e admirável.
Beijinhos de amizade, estima e respeito pelo fantástco Ser Humano que é.
Maravilhado...

p.pan

OBRIGADO por existir, doce amiga!

Miudaaa disse...

Gosteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii Tanto.

Já o li 3 vezes... e quanto mais o leio, mais gosto!!!

Deixa eu Gostar Mais, Deixas?

Um Beijo da miudaaa

Gui disse...

Fantástico minha amiga. Mas porque será que eu não estou admirado com tanta beleza?

Sophiamar disse...

Assim até apetece ver chover. E sentir um manancial de beijos a cair na boca e os lírios a brotar na terra, na alma, no corpo...

Lindooooooo!!!!

Mil beijinhos

Entre "aspas" disse...

Palavras húmidas que brotam de uma manhã outonal,nostálgica,própria da estação da terra surge perfume único.
Bom Domingo
Bjs Zita

Mãe e filho disse...

ola. estou de volta depois de seculos longe.
olha fico feliz por entrar aqui e ver que continuas a mesma menina apaixonada. que lindo o poema. e a musica também é linda. eu este verão fui ver um concerto da elba lá na minha terrinha durante as minhas férias. é espectacular. lindo. bjs e estou de volta

Manuela disse...

Olá Papoila, como vais?
Lindo poema para esta semana.
Chuva não vai faltar de certeza.
E castanhas também não.
Bom São Martinho
Beijo
Manuela

oteudoceolhar disse...

É estranho mas ver o teu nome deixou-me feliz...a Ana acabou o template...era para ser diferente mas seja como for este sou eu...levou uns retoques...Tinha saudades tuas...a serio que sim...perdoa a ausência n está fácil e acredita que memso com vontade de chorar quando olho aqueles olhitos doces dou-lhe o meu melhor sorriso porque sei o que vou ter de volta...o doce sorriso do Tomás. Tens toda a razão, mas...como diz a lena amanha srá um novo dia...e sim por ele vale lutar até ao ultimo fologo (vou procurar ajuda, tenho de arrumar tudo o que tá guardado na cx de pandora)...Beijo n´oteudocoelhar *** (a Ana foi excelenteeeeeeee, só me apetece dar-lhe um abraço)

Ana Martins disse...

Lindo, sensivel e ternurento!

Gostei muito, parabéns.

Beijnhos

Peter disse...

Gosto. Gosto de caminhar à chuva, sem me apressar, a chuva batendo no meu rosto, as mãos nos bolsos da parka, sem destino, caminhando à chuva...

António disse...

Olá, poetisa!
Agora escreves mais do que eu.
Esta vida de vendedor de livros é tramada...ah ah ah

Beijinhos

littledragonblue disse...

Eu gosto de estar na caminha, no quentinho e ouvir a chuva cair, sem a preocupação de me por a pé seja para o que for.
Belo texto, um beijinho e votos de uma boa semana

littledragonblue

Manuela disse...

Amiga va lá participar numa coisa no meu blog.
Se quiser claro.
Beijinho
Manuela

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Por vezes, e em determinadas situações, faz-nos bem deixar a chuva chuver, e podermos apanhar com ela.
Bjo.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Aproveito esta minha passagem por aqui para te desejar um bom feriado.
Beijinhos.