quinta-feira, julho 09, 2009

As Fenix

Uma pena de fogo cai do Sol sobre a Terra, e semeia uma estrela… Há quem vaticine o fim do mundo, mas a pena desce lenta e placidamente, alheia aos comentários e aos medos. Ao roçar a atmosfera torna-se uma bola de fogo rubra, causando o terror de muitos espectadores. As filhas do sol soltam-se numa dança de asas, são Fénix de cor escarlate, tão velozes e ágeis que parecem acrobatas. Voam de país em país com o único objectivo de serem vistas para que a sua presença possa mudar tudo… não por fora mas por dentro… no interior das pessoas quando contemplam aquelas incansáveis aves carmesim… Deixam cair uma e outra pena e com seu pai o Sol, acalmam a dor da Terra…. Uma por outra vez dá-lhes para descer ao solo para curar com as suas lágrimas algum doente…
Milagre! Milagre! - exclama a multidão…
Mas na verdade, o milagre escapou da imaginação de um menino debruçado da janela da sua casa a quem lhe deu para pensar o que sucederia se caísse do céu uma pena de fogo e deixou livre o pensamento de tal forma que começou a ser tangível para muitos, até ganhar vida própria e transformar o menino em mais um espectador daquela novidade que os deixava a todos tão perplexos. Debruçado na janela de seu quarto pensava: que aconteceria se a Lua nevasse sobre a Terra e o arco-íris se perpetuasse em todos os desertos?
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

15 comentários:

Peter disse...

Prosa-poesia. Sabes como admiro a tua sensibilidade tão bem expressa nos teus textos.
Acho que já é altura de pensares em publicá-los para delícia de todos nós.
Vou continuar a insistir, tal como fiz com a "Amita".

Isamar disse...

Deleito-me com a leitura dos teus textos.Esta prosa/poesia é benfazeja, amiga.

Bem-hajas!

Beijinhos

Um Poema disse...

....

Há, neste tipo de prosa, um sabor muito especial.
Um cheirinho a poesia que delicia.

Um abraço

Agulheta disse...

Papoila! Adorei a prosa,onde a fenix sempre aparece renascida do sol,que bom seria que um arco-iris perpetuasse em todos os desertos?.
Beijinho bfs

Sonia Schmorantz disse...

Fenix..vida..todos renascidos na esperança do dia a dia dos sonhos...
beijos e lindo final de semana

Lilá(s) disse...

Fiquei deliciada com a leitura deste texto! maravilhoso, suave...
Bjs

Ana Martins disse...

Lindo este texto em prosa poética Papoila!
Adorei o pensamento do menino, tão lindo, tão terno e inocente.

Beijinhos,
Ana Martins

Pena disse...

Amiguinha:
Um texto repleto de criatividade fabulosa. Ímpar. Lindo perante o inacreditável. Assemelha-se a algo muito belo. Inédito por conter a sua deliciosa forma de amar e sentir a vida, mesmo para os mistérios do Firmamento não conhecido, mas profundo em que tudo pode suceder.
Que lindo é isto tudo aqui.
Sublime perante a beleza de pureza e encanto.
VOCÊ fascina, delicia e deslumbra.
Beijinhos de majestoso respeito por tudo o que faz.
Excelente!
Com amizade e sempre a admirá-la

pena

OBRIGADO pela sua amizade de sonho.


Linda...

helia disse...

Prosa com um toque de Poesia ...Um texto muito lindo!

Liliana disse...

Lindo!!!
Um texto verdadeiramente soberbo. Tocou-me de forma especial, eu que me vejo como uma Fénix renascida. vou voltar mais vezes!!
Até lá deixo um beijinho com muita ternura.

rosa dourada/ondina azul disse...

Que bem sabe
ler a tua prosa/poesia !!!

Que bom seria...


Deixo-te um beijo e um sonho para viver:)

rendadebilros disse...

é poesia que leio , quando te visto...
sempre atarefada, não é? que corra tudo bem.
beijos. Boa semana.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Gostei muito desta tua prosa. Consegues expressar-te bem quer através da poesia, quer através da prosa. Sinceramente nem sei de qual dos teus estilos gosto mais.
Beijinhos.

M@ disse...

Olá Papoila, vim desejar uma semana feliz. E agradecer a sua visita sempre bem-vinda.
Beijinhos Manuela

Visite meu site de mensagens para blogs
http://changessimply.blogspot.com/

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Desejo-te a continuação de umas boas férias.
Bjo.