quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Hoje, Falo de saudade...

Falo de saudade ...
O eco não me responde...
A pouco e pouco,
o silêncio inunda meu caminho…
Minha alma inquieta-se…
A vida escapa-se das mãos…
Sobram desculpas,
sobram palavras,
permanecem
as lágrimas derramadas…
Eternamente juntos:
Alma... Vida... Morte...
Sonhos... Esperança...
Ausência e Ilusão!


BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS

10 comentários:

Jorge G disse...

Sonho, esperança, ilusão, mitigam a saudade e ajudam a caminhar até que o ciclo se complete.

Um beijinho, Papoila.

Catarina disse...

Querida papoila
ter saudades do presente, não lembra a ninguém... lembra-me a mim! Sei que terei saudade do presente, mas nessa altura jà este presente serà passado o que justificara a saudade :)
Bjtos

A MUDANCA disse...

Que triste quando sentimos a vida escapar-nos das mãos, especialmente a vida de alguém...
Excelente poema e maravilhosa música de fundo.

Beijo

FF

Mestrinho disse...

Olá Papoila, saudades também sentia eu de cá vir deliciar-me em belas palavras.

Cmps, bom fim de semana

mixtu disse...

saudades, Maria.. Vossa mercê agora é galega e marinheira para andar com saudades...

Se tivesse à vontade consigo, mandava-a beber um copo...
yayay

poesia...

besos, e sim o cajado queda sempre à porta, mas depois respondo-te

haziell disse...

A felicidade aparece para aqueles que choram,
para aqueles que se machucam,
para aqueles que buscam e tentam sempre
e para aqueles que reconhecem a
importância das pessoas que passam por suas vidas.
Desejo que o Dia de S.Valentin seja um dia muito especial
para ti!....

Maria Elisa disse...

Sempre haverá saudades,de algém que está longe,e algumas vezes até de quem está perto,pois não somos um país de saudade,sim saudade é fado,é vida é poesia e paixão mas sempre a saudade.
Amiga papoila fica bem,esta música é fabulosa trás alguma saudade,de outras alturas,e amar é bonito com saudade ainda melhor,a vida é feita dela.
Elisa

bomdiaisabel disse...

Falar de saudades é, geralmente, falar de dor. Falar de amores vividos, interrompidos, acabados...de amizades distantes, desfeitas...
beijinhos

Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Olá papoilinha! A única ausência que sinto, é atua, ai ai... CHUAC!

Anónimo disse...

Um dia pode ser longo ou passar muito rápido, tudo depende de como estamos e o que nos motiva a viver. Que seus dias passem rápido, viva com intensidade, que não seja possível contar os minutos ou segundos. Persiga seus alvos, como nosso corpo persegue o oxigênio. Nunca permita que as frustrações, as decepções e as fadigas da vida tirem de seu coração o impulso que te projeta pra frente. Você é especial para viver uma qualquer vida, você foi criada(o) por Deus para ter uma vida abundante.

Boa semana , bjos

mulher rochedo