segunda-feira, março 26, 2007

Impulso oceânico...


A necessidade constante
de água sedenta,
impulso oceânico de chegar
a praias desertas…
A distancia maldita
que revoluciona a cabeça,
daqueles que temerosos
se arriscam à distancia
crendo só no amor...
A contemplação das flores
antes de chegar a Primavera…
O encontro marcado com a lua…
A premente necessidade
de olhar nos olhos
dizer palavras doces
sentir o sabor da pele
quando a luz se apaga.
A tua sombra presente
quando a alma chora,
a perguntar porquê?

BEIJO MEU PARA TI!
BEIJO!!!

20 comentários:

minds disse...

Ola Papoila! vim ca para te desejar uma excelente semana e tb para ler tudinho k n tive oportunidade de lar nos ultimos dias (devido a minha ausencia)...
bjitos

Gui disse...

Cara Papoila peço-te desculpa pela ausência mas tenho estado em reflexão, para ver se deva ou não continuar aqui. Parabéns pelas 20.000 visitas e pelos dois anos do teu blog e pela coisas lindas que aqui escreves.Se eu vier a abandonar estas lides e ganhar juízo defenitivamente, nunca deixarei de aqui vir. Faz-me bem contemplar-te. Um beijo muito amigo

DE-PROPOSITO disse...

'BEIJO MEU PARA TI'.
..............
Para mim?
Oh diabo, estou confuso,... mas é melhor 'esquecer'.
Fica bem.
E que haja felicidade.
E um beijinho para ti.
Manuel

António disse...

Querida Papoila!
Mais um poema para confirmar a tua viragem da prosa pura e dura (como a minha) para a poesia e prosa poética.
Então andas a ler textos meus mais antigos?
Foi para isso que comecei a copiar lentamente o meu blog do Blogger para o Sapo.

Beijinhos

Beijinhos

MARIA VALADAS disse...

Um desejar constante de um querer...presente e ausente...
Mais uma vez, fiquei com vontade de voltar...

Beijos

Maria

jpg disse...

De cada vez que leio um poema, aqui, e a respectiva dedicatória, fica-me nos olhos uma imagem do amor que não morre, antes se reafirma todos os dias no reencontro de sujeito e objecto, entrelaçados e enamorados...como sempre.

Um bjnh cheio de ternura, Papoila.
Jorge G

brisa de palavras disse...

Obrigada pelas tuas palavras deixadas no meu canto...e hoje a minha alma chora...
um abraço
brisa de palavras

Verde disse...

Nasci do sublime amor de um Deus e o azul do arco-íris, navego em um mar de luz, transformo cor em amor, sou aquele que te dirá onde pára o eco da palavra…

Profético beijo

Lunna disse...

Vim aqui conhecer seu espaço e me encantei com a poesia não apenas do poema, mas da carta que segue logo mais abaixo... Um deleite para meus olhos e para minha alma nesse começo de madrugada...

pequenita disse...

Já tinhas saudades de vir aqui minha querida e linda papoila....continuas deslumbrante....beijocas desta pequenita

ciloca disse...

Que linda coincidencia, sinto-me na mesma frequência. Repara nas minhas frases do post de hoje. Bjs

sagher disse...

bonito poema. mas de uma falta atroz.

Maria disse...

Amiga Maria Papoila o seu poema é lindo! Beijinhos.

Mikas disse...

Beijo grande minha Papoilinha

umquarentao disse...

Apelo em divulgação na internet:

'CAIXOTE DO LIXO'... NÃO!!!
Legítimo Direito a ÚTEROS ARTIFICIAIS... SIM!!!

Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
No entanto, para conseguirem SOBREVIVER, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade.
De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos -> Ver O Tabú-Sexo.
{http://tabusexo.blogspot.com/}

Com o fim do Tabú-Sexo a percentagem de machos sem filhos aumentou imenso...
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!... Isto é, estas sociedades não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o CAIXOTE DO LIXO da sociedade!!!... Isto é, os machos ( dotados de Boa Saúde... ) rejeitados pelas fêmeas devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais.
{ nota: deve ser considerado uma Investigação Cientifica Prioritária }

Kalinka disse...

GOSTEI do encontro marcado com a Lua...e, gostei muito da imagem que escolheste, é de uma beleza indescritível. Parabéns.

Eu continuo a mostrar as fotos que captei quando estive aqueles 3 dias pelo Algarve.
...e, é nos pequenos gestos que, por vezes, encontramos momentos de Felicidade.
Fui surpreendida por um amigo virtual, que deixou no meu blog esta mensagem:
José Alberto Mostardinha said...
Olá Kalinka:Andas arredia mas eu não me esqueço de ti :-)
Para o saberes és "Blog da Semana" no Estados Gerais.
Uma pequenina homenagem á tua persistência.Beijokas.

É isso mesmo, caso queiram visitar este blog, vão encontrar como destaque em: «O blog da semana» o meu espaço!
De 27/Março a 4/Abril de 2007
http://estadosgerais.blogspot.com/

Beijitos.

Muito obrigado pelas tuas visitas e pelas palavras de apoio.

Um Poema disse...

Gosto.

Um abraço

Catarina disse...

papoila

a eterna poetisa do amor, que nunca se cansara de o louvar em doces e ternos poemas!

Uma bela fonte de inspiração!

Bjtos

mixtu disse...

papoila...
tanto amor..
de certeza que andas a ver estrelas que mais ninguém vê...

flores, primavera, luz e sombras...

tadinha, tá apaixonada, yayaya

bem, eu penso que se tomares um ben-u-ron isso passa, yayaya

beijo meu para ti! beijo!!!

yayaya

fui, para os copos

mni disse...

poema muito belo.

-beijo meu para si!- !!!