sábado, janeiro 19, 2008

Cantemos juntas como dantes... a uma amiga ausente...

Cantemos juntas como dantes rodeadas de sorrisos em dias de Verão…Corramos juntas a saltar pela areia… deixemos para trás as mágoas… Sejamos só as duas…a recordar velhos contos…brinquemos de ser meninas mascaradas com sonhos à espera do sol… Cantemos e corramos para que a mágoa não nos apanhe… Dá-me a tua mão… Conta-me aquela historia…Tu uma princesa… Eu uma concha! Fala-me dos castelos encantados com fontes e jasmins… das danças de querubins… dos jogos que não perdemos… da despedida que não fizemos… De espada na mão defenderemos nosso reino…Já não há dragões…Não há bruxas…Agora há provas… a carreira… E… o dinheiro! Companheira de sonhos… amiga do futuro… de olhos enevoados… as lágrimas deslizam… Onde estão os contos? Onde estão os sonhos… os ideais? Hoje frente ao espelho descobri que não há um novo mundo e o abraço que não te dei faz-me falta…Voltemos a ser meninas… a cantar juntas… a trepar às árvores… Vamos rever as nossas vidas de mão dada... Vamos combater a sombra até um final feliz…
BEIJO MEU PARA TI!!
BEIJOS!!!

26 comentários:

Gui disse...

Agora já não há reino, nem dragões nem bruxas, há dinheiro e carreira.
É uma pena, não é. Um beijo querida Papoila e desculpa a ausência mas tenho andado algo arredio destas lides.

su disse...

Não há como usar as palavras como "arma" doce para atingir outrém, ligando as pessoas e dizendo o que ficou por dizer, ou fazer o que ficou por fazer...o tempo passa e não se repete, talvez se reproduza em momentos semelhantes...o nosso estado de espírito, no entando, não tem o sabor do passado.

Bela e ternurenta carta.
Agradeço-te pelos prémios que atribuíste, na parte que me toca! :)) Podes e deves levar da Teia o prémio da amizade virtual...já que tens os outros todos, mais do que bem merecidos, com toda a certeza! ;)

Um beijinho grande aqui da Teia. Bom fim-de-semana.

Pena disse...

Linda Amiga:
Desejo-lhe com toda a sinceridade toda a ternura e encanto do Mundo.
A sua Amiga ausente, a busca da felicidade de mãos juntas. É enternecedor, lindo...!!!!!!!!!!!!!
Como pode maravilhar tanto?
Força! Que belo regresso à infância pura e bela. De deslumbrar!
OBRIGADO por ser minha amiga. OBRIGADO!
Olhe, beijinhos amigos com delícia e imensa estima.
Parabéns! Adorei.
Tem um valor enorme, um talento gigantesco.
Tudo de encantador
O sempre presente


pena

Sophiamar disse...

Um post comovente como só tu sabes escrever. Sonhos que sonhámos, brincadeiras que brincámos, passeios que passeámos, cartas que escrevemos, ausências que dilaceram...o tempo a passar, a vida a ser vivida ou talvez não...

Este campo de papoilas, com vista para o mar tem magia!

Beijinhosssss

Kalinka disse...

Que linda carta para a tua Amiga ausente...

Eu, peço desculpa pela minha ausência, mas a minha vida tem estado complicada, tenho uma familiar muito querida com apenas 25 anos e está a sofrer há 8 meses, problemas graves, neste momento aguarda um transplante de coração.
No último dia do ano de 2007 dediquei-lhe o meu post de fecho do ano.
Nem sei como ainda tenho cabeça para andar por aqui...venho vindo aos poucos, mas...não com a mesma assiduidade de antes.
Sinto-me bem na blogoesfera, é aqui que muitas vezes venho buscar forças.

Bom fim de semana.
Um abraço.

rendadebilros disse...

Deliciosa carta ... encantada.
Boa noite. Beijos.

Carminda Pinho disse...

Linda carta de amizade, amiga.
E por falar em amizade, passa pelo meu canto.:)
Beijos

tempoparaamar disse...

Quantas vezes deixamos um abraço por dar,uma palavra por dizer ,que teria feito toda a diferença,beijinhos amiga Maria , e um bom Domingo.

Taliesin disse...

mas que texto lindo minha maiga
adorei ele, vc q escreveu, parabéns muito bom.
tenha uma linda semana
beijos

jo disse...

A verdadeira e pura amizade doi-nos, mas também nos faz elevar a alma. Bela carta. Bjokas

katrina disse...

Um olá e um desejo de Bom Ano! Jinhuzzzz

António disse...

Recordar também é viver, não é minha querida?

Beijinhos

mixtu disse...

amizades...
passado
soledad
caminhar
sentir o passado
recordações
viver
mundos
sonhos
ideias
rever vidas
vamos lá, vou ligar à tua amiga para ir a ermesinde

yayayay

abrazo serrano, meu e de rosita

Agulheta disse...

Querida Amiga. adorei esta carta para a amiga,de uma linda amizade e ternurenta,como tu sabes... faz bem entrar aqui,com a tua escrita.
Beijinho de amizade LISA

Brancamar disse...

Bonito e sensível texto sobre a amizade.
Quando puderes passa pelo meu sítio, tens lá uma homenagem também sobre a amizade e que é uma homenagem também para ti.
Beijinho.

manuela disse...

Tens uma surpresa no meu blog.

Vái lá ver.

Beijinhos

Manuela

Isa&Luis disse...

Olá Papoilinha Querida,

Adorei a tua cartinha amorosa e muito doce...recordar é viver... nunca deixes de sonhar menina- mulher.

Beijinhos para ti amiga

Isa

Manuela disse...

amiga ausente... felizmente não sei o que isso é... a minha amiga de infância ainda me acompanha hoje... e hoje falamos desses tempos... e é tão bom sentir tudo de novo e rir das asneiras feitas, das cumplicidades da época, proprias da idade... gostei muito de te ler levaste-me a uns valentes anos atrás... deixaste-e com um sorriso.

beijinho

elvira carvalho disse...

terna e emocionante esta homenagem a uma amiga muito querida. Porque só por alguém muito querido se podem experimentar stes sentimentos.
No Sexta-feira tem mais um prémio.
Um abraço

Pena disse...

Doce Amiga:
Que a sua perpétua beleza de imenso talento indiscutível, se repercuta no ser maravilhoso que é.
A Foto acima expressa a doçura da sua terna meninice e o encantador desejo sentido de amizade, inocência infantil para com alguém ausente, mas presente em pensamentos e sentimentos.
Um Bem-Haja pelo que significa.
Beijinhos amigos que respeitam.
Com estima grande e consideração sempre peresente.

pena

mixtu disse...

ainda não consegui falar com a tua amiga, ver se este fim de semana...

yayaya

para ti também... o beijo
yayya

abrazo serrano

Bloga Comigo disse...

Queres blogar comigo? Eu quero blogar contigo.

Bjos

Sombra do Sol disse...

Olá boa noite, depois de um bom tempo sumido, hoje tirei um tempinho para matar a saudade, e poder visitar os amigos que tanto admiro pelo carinho que trata nossa blobosfera. Faça com que, a cada dia, a gota do orvalho pouse no seio do rio da sua vida criando as divinas ondas da esperança, e inspiração, assim sempre teremos belos textos. Que sua semana continue iluminada com paz, saúde, abraços fraternos do amigo.

Mãe e filho disse...

Muitas vezes sinto isto. A falta de voltar a ser menina e ter aquela amiga do meu lado pra rir, chorar, brincar. Beijos

Paula Raposo disse...

Tão bonito o teu texto poema...muitos beijos.

Zé Povinho disse...

Recordar, reviver...
Agora mesmo, o Sol brilhalá fora!
Abraço do Zé