sábado, março 01, 2008

Sol Nascente - Da cultura republicana e anarquista ao neo-realismo", leitura de Março

A Editora Campo das Letras, fez a 10 de Dezembro de 2007 no Ateneu Comercial do Porto o lançamento do livro "SOL NASCENTE -Da cultura republicana e anarquista ao neo-realismo", da autoria de Luís Crespo de Andrade.
Esta obra resultou dum projecto de investigação da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo sobre a história da revista "Sol Nascente" solicitado a Luís Crespo de Andrade, que foi financiado pela Fundação do Montepio Geral. A Associação Promotora vinha a contactar as pessoas ligadas ao Movimento Neo-Realista, e suas famílias, desde o início da sua actividade, em 1989, sentindo-se a necessidade de fixar a memória dum tempo importante na vida portuguesa, memória essa que, de uma maneira geral, não está registada em documentos escritos. Na sequência deste trabalho, Luís Crespo de Andrade realizou, a par da leitura dos trajectos do quinzenário, uma investigação quase policial, descobrindo pessoas há muito afastadas de qualquer actividade cultural que tinham muito que contar, gravando as entrevistas e identificando a grande maioria das personalidades que estavam por detrás dos pseudónimos que aparecem a assinar colaboração na revista. Luís Crespo de Andrade teve o mérito de reconstituir de forma fiel o ambiente que se vivia na época - segundo testemunham os sobreviventes que leram a obra - e de esboçar o perfil de muitos dos intervenientes, um deles a quem me ligam laços familiares profundos, o meu tio Bau de quem vos falei aqui (12 de Março de 1917 / 6 de Janeiro de 1993).
O trajecto editorial do quinzenário "Sol Nascente" (1937-1940) representa a transição da cultura republicana e anarquista, dominante nos meios oposicionistas da década de 1930, para a orientação política e cultural marxista, que irrompe, nas suas páginas, de forma vigorosa. Criado e dirigido por estudantes universitários portuenses que se opunham à ordem política vigente e se sentiam unidos pela esperança num mundo novo, "Sol Nascente" começou por ser uma revista de orientação explicitamente ecléctica. Reuniu artigos de intelectuais consagrados de que se destaca Abel Salazar - e colaborações de autores jovens, sempre com grande variedade de opinião e de sensibilidade. Constitui uma importante fonte para aceder, de forma completa e sistemática, ao pensamento da geração que se formou nos anos da Guerra Civil de Espanha e que passou a dominar a vida política e cultural oposicionista. "Sol Nascente" merece, pois, que a sua história seja elaborada.
Luís Crespo de Andrade é professor no Departamento de Filosofia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, coordenador do Seminário Livre de História das Ideias.
"SOL NASCENTE - Da cultura republicana e anarquista ao neorealismo", Luís Crespo de Andrade, Edição de Campo das Letras, S.A. Novembro de 2007, colecção Cultura Portuguesa - 9, capa de Campo das Letras, óleo de Abel Salazar oferecido ao editor da Sol Nascente.
Boa leitura.

PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!

21 comentários:

O Profeta disse...

Nos umbrais do pensamento
Mora o desejo no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lançando ao vento a emoção

Uma rosa breve guarda a beleza
O amor é orvalho de feliz pranto
O horizonte é o começo do infinito
A chegada de uma onda é alegro canto

Convido-te a sentir o beijo da chuva

Bom fim de semana


Mágico beijo

tempoparaamar disse...

Beijinho doce com bom fim de semana amiga.

Sophiamar disse...

Um livro a não perder, amiga.Um passado muito recente, cuja história se está fazendo e a que este livro vem dar um bom contributo.
Uma encadernação bonita.Tentarei vê-lo na FNAC.

Beijinhosssss

O Guardião disse...

Uma boa sugestão de leitura, que vou procurar encontrar e ler, até porque nunca li nada sobre a anarquia em Portugal. É estranho, mas é a pura verdade.
Cumps
Bom domingo

Vieira Calado disse...

É assunto muito importante, para tudo.
E também para as artes.
Conheço mal o Anarquismo, mas já li bastante sobre o Neo-Realismo.
Obrigado pela informação.
Bom resto de fim de semana.

Carminda Pinho disse...

Papoila, mais uma boa sugestão de leitura.

Beijos e bom domingo.

wiLey_Lewis disse...

Vou procurar ler este livro, aborda temáticas muito importantes e interessantes, para além de ajudar as pessoas a solidificar as suas opiniões quanto aos sistemas políticos, quanto mais informação, melhor.
Bj.

Agulheta disse...

Amiga Papoila.
Sempre a dar a conhecer a leitura,esta por sinal com algum interesse,nada li sobre a anarquia,mas vai contribuir, pois a história se está fazendo.
Beijinho Lisa

Meg disse...

Papoila,

Pois também eu não conheço , nem o autor nem a obra. Quanto ao tema interessa-me e será mais um livro a comprar na primeira oportunidade.
Obrigada pela sugestão documentada.
Um abraço

António disse...

Papoila e a Causa Republicana!
Sempre!

Beijos

Betty Branco Martins disse...

querida_________Papoila




excelente escolha ________recomendada


eu tenho________bom! não é bem assim___________o meu pai tem a obra_____________só que muda de casa de vez em quando_______agora está na minha:))













beijO c/ carinhO
bSemana

rendadebilros disse...

Continuas como sempre uma leitora atenta ... tão atenta que eu até me sinto mal de não ter agora tempo nem disposição, quando me sobra algum tempo para ler algo de útil e prazenteiro...
Boa semana. Beijos.

A paginadora disse...

Muito interessante a tua sugestão de leitura. Vou tentar dar uma vista de olhos.
Um beijo

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

(Venho trajado a sorriso)
Minha doce Papoila, sabes que não posso abusar de ti, tens muitos efeitos secundários.

Até outro instante...

* O "ódio" está direccionado para mim, não de mim para os outros e isto acontece porque brinquei demais com o amor.
Resta-me dizer-te que isto são apenas instantes de um louco, nada mais que isso.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
É sem dúvida um livro interessante pelo que da nossa história recente tem contido nele, bem como pelo trabalho de pesquisa que é de louvar, e que quase nunca é fácil de efectuar.
Bjs.

Miudaaa disse...

Vim-te ver e saio com uma proposta, como sempre interessante.

Deixo-te um Beijo e um Sorriso. Ambos de miudaaa

tempoparaamar disse...

Passei ,e estou deixado um abraço e um sorriso para seu resto de semana.

cõllybry disse...

Linda Papoila,de volta e enconto mais uma bela sugestão de leitura...

Doce meu beijo

elvira carvalho disse...

Olá...
Foi aqui que encomendaram?

|““““““““““““““““““““““““||_
|...............*AMOR*...........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*CARINHO*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*ALEGRIA*.........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*AMIZADE*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|........*FELICIDADE*.......|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)

Entrega feita!
Participa na campanha FAZ UM AMIGO FELIZ!!!
Manda esta encomenda p/ todos os teus amigos.
Espero estar incluído nessa lista........
Vou fazer outra entrega ...fuiiiiiiiiiiii

Um abraço

Sophiamar disse...

Passei para te deixar um beijinho e reler o teu post. Ainda não tive tempo para procurar o livro.
Ando afogada num mar de papéis.

Beijinhosssss

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Vim desejar-te uma linda semana.
Bjs.