domingo, julho 27, 2008

Fado!

Guitarras que choram
como o pulsar do coração
descompassado da vida
sentimento de tristeza e alegria
o tanger das cordas
suaviza a dor
que envolve a vida
escapa em cada nota
harmonizada com o amor...
o ciúme... a paixão
sonhos passados
à distância do teu coração
na noite da tua partida.
Fado!
Marca a ritmo lento
a melancolia da minha vida
música chorada
leva consigo a tua essência.
Evoca cadenciados instantes
vida e alma amalgamadas
momentos de ansiedade
para não deixar-te partir
no abismo do esquecimento.
Fado!
Ao suave gemido da viola
misturam-se lágrimas
há tanto tempo reprimidas
para banhar com elas
a alma entesourada...
Em cada canto um lamento
desta alma que não envelhece
apesar do passar do tempo
apesar da distância,
apesar de meu amor
apesar da saudade…
Fado!

PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!!

21 comentários:

Pena disse...

Extraordinária Amiga:

Este fado assemelho-o a destino.
Sentido. Profundo.
Imerso em melancolia doce.
A ausência. A pureza que é sua e que tudo arrebata.
Como pode alguém ser um Admirável e genial "costrutor" de poemas deliciosos e que encantam de maravilha? Só de VOCÊ!
Um poema profundo saído com pureza de uma Alma Enorme, gigantesca e linda: A sua Alma extraordinária.
As palavras expressam-se com uma sensibilidade magnífica.
Adorei!
Parabéns sinceros pela poesia que mora em si.
Um instante, feito de instantes, deliciosos criados pelo seus imensos atributos de talento e genialidade poética.

Beijinhos

pena

MUITO OBRIGADO pelo instante perfeito, amiga!

su disse...

Que ode deliciosa a este género musical tão nobre do domínio português. Conheces uma nova forma de fado: A NAIFA?! Experimenta escutar a ver se gostas! ;))
Fado, e também destino, coisas que ficam e marcam tanto o coração e a alma!! :))

OLha, deixei na Teia uma espécie de desafio a todos. Implica "trabalhos manuais"! Mas nada de complicado. Não queres participar?! É muito simples...e gostava de ter os "habitantes" antigos da Teia a participar!
Beijinhos em fio!!

Menina do Rio disse...

Um doce lamento!
O Fado corresponde aqui no sul à Guarânia; histórias cantadas com a alma.

Um beijo pra ti Papoila e uma ótima semana

mundo azul disse...

...um canto lindo em sua tristeza!
Sim...A alma não envelhece, é sempre adolescente em busca do grande amor...

Beijos de luz e uma semana muito feliz!!!

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Apesar de o fado ser na sua essência, e genéricamente triste, consegue ser lindo especialmente porque ns fala e revela sentimentos.
Bjo.

O Guardião disse...

O fado que tão bem retrata alguns sentimentos que os portugueses foram assimilando ao longo dos tempos.
Eu sempre me considerei um inconformado, muito pouco dado a acreditar que as coisas não podem mudar, por isso, e embora até goste de fado, lá vou remando contra a maré tentando levar a água ao meu moínho.
Cumps

rendadebilros disse...

Tens realmente uma inspiração fora do comum e uma alma portuguesa, só assim se entendem as "lágrimas há tanto tempo reprimidas" ao som do "gemido da viola"...

Podes responder em verso ao desafio que te deixei no meu canto, isto é, se te apetecer.

Beijos.

Ana Martins disse...

O Fado, a canção que nos identifica, e espero que assim continue a ser por muitos e longos anos.
Um doce e sentido poema ao fado que revela que tem uma alma bem portuguesa.
Muito lindo, parabéns

Gui disse...

A nostalgia do fado por vezes torna-se consolador. Parece um paradoxo mas quantas vezes n´s mesmo cultivamos o gosto pela nostalgia. A verdade é que nos faz sentir mais tranquilos e conformados. Muito bonito o teu poema, mas isso não é novidade para ninguém. Um beijo amigo.texto

O Profeta disse...

Que grande e mágnifico poema minha querida...


Doce beijo

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Tão português esse fado;)

o meu é mais alegre...quer dizer tem dias:D

beijinhosssssss

Agulheta disse...

Papoila. dizem que todos nós temos um! Fado acredito,para uns será amar para outros padeçer do mesmo,mas a nostalgia do fado nos deixa como que a alma fique a espera de qualquer coisa.
Beijinho Lisa

Zé Povinho disse...

Um excelente poema que retrata a alma portuguesa.
Abraço do Zé

Taliesin disse...

olá minha amiga
a quanto tempo como vc está
vejo esse lindo poema
gostei muito
tenha um belo dia
beijos

Pitanga Doce disse...

Afinal, aqui também há música. Só mais harmoniosa.

beijos e fica bem.

Sophiamar disse...

Uma alma que se deixa soltar ao tanger da viola e fica banhada em lágrimas... o amor, o tempo, a saudade não o conseguem fazer. É assim a nossa alma!

Beijinhos

Bem haja quem assim poema!

maresia_mar disse...

olá

o fado que retrata a alma lusitana, lindo..

deixo-te um beijo carregado de carinho

rendadebilros disse...

Enquanto estamos ocupadas, é bom sinal, não há tempo para pensar em coisas tristes... o desafio era/foi um tanto esquisito, na verdade!!! embora a intenção 1ª fosse falarmos do que gostaríamos de fazer e ainda não fizemos...

a campanha é que achei mesmo "gira"...

encarar o selo faz mesmo sorrir!

Cont. de boa semana. bjs.

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:

Beijinhos de encanto pelo palavras simpáticas expressas no meu "cantinho".
Sempre a admirá-la e ao que faz que faz bem.

pena

António disse...

........................
apesar do passar do tempo
apesar da distância,
apesar de meu amor
apesar da saudade…
Fado!

Bonito!
Beijo
Terno

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Venho deixar-te um beijinho, e desejar a continuação de uma boa semana.