quarta-feira, junho 24, 2009

Os 100 anos do café Piolho... Parabéns!

Piolho para os amigos, é um dos cafés mais antigos do Porto. De seu nome Âncora D`Ouro, a funcionar desde 1909, foi rebaptizado por estudantes de Medicina que acharam Piolho mais apropriado. É uma das referências do Porto, quer pela sua história (que se lê através das mensagens dos estudantes afixadas nas paredes) quer pelas suas tertúlias de diversas gerações, local de encontro de estudantes associativistas resistentes à ditadura.
A 26 de Junho de 2009 o Piolho comemora 100 anos.

Pequeno Peter Pan como cresceste!
As causas nobres, que já venceste!
Onde estão os dias de brincadeira
e as longas noites de amena cavaqueira...
Os sonhos esconderam-se...
Mas de que maneira?
Como um pássaro livre fugiste um dia
por entre pombas para outra cidade.
Na busca de esquecer a filosofia,
o amor a religião, uma boa conversa.
O vinho repartido um ou outro
desejo reprimido...
Sem esquecer o fogo da liberdade...
Os beijos não se perdem meu amigo,
guardam-se no coração,
como os abraços e aquela canção...
Nesta cidade que perdeu a Primavera,
querido amigo... minha alma te espera
para compartilhar uma nova era
a filosofia... o amor... fugidos à morte...
Aqui, deitados à sorte...
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

20 comentários:

Chris disse...

Recordo bons e velhos momentos desse café... foi bom recordá-lo aqui.
Bjs
Chris

Agulheta disse...

Querida amiga! Como conheco bem este marco importante na vida dos tripeiros)foi aqui neste café que o meu pai teve de fugir a policía política,que esteve próximo de o apanhar neste momento,estas recordações,são um pouco tristes,mas como tripeira,muito café tomei aqui e gostava,e lá conheci o Adriano Correia de Oliveira? ficou a lembrança.
Gostei desta postagem.
Beijinho,fica bem

Mar disse...

Olá, Maria!

Uma belíssima homenagem a um café que me traz inúmeras e belas recordações...

Gostei!

beijinho

Sonia Schmorantz disse...

Adoro estas pequenas histórias de locais pitorescos, parte das cidades, e que são os que fazem diferença na vida das pessoas...
beijos

Mαğΐα disse...

Não conheço, mas deu-me uma comichão manhosa na cabeça... será do nome?

Beijos de Verão para ti Papoila

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Acaba de fazer uma homenagem admirável. Eu também frequentei o "Piolho" de todos os sonhos como estudante.
Descobri nesse Café de boa memória as primeiras tertúlias que direccionaram a minha vida, acredite é autêntico...?
Que maravilha, que doçura, que pureza e beleza sem fim.
Parabéns sinceros a si, que deu vida, a um local extraordinário de sonhos juvenis e de altas individualidades, hoje pessoas importantes que por ali passaram e formaram o seu carácter ímpar de uma geração de ouro puro.
Beijinhos sensibilizados pelo seu encanto que respeito e estimo.

pena

Adorei.



Linda...!

Peter disse...

Vou contactar já com o meu amigo Fernando Paiva, que conhece todas as pedras do Porto, para me falar do Piolho.

Ana Martins disse...

Bela homenagem a um café que faz parte da história do Porto.

Não o conheço, embora tenha tirado o meu curso de técnica de cabeleireiros nas escolas de Jorge Lima no Porto.

Beijinhos,
Ana Martins

Brancamar disse...

Minha amiga,

Comoveste-me com esta homenagem a um dos ícones desta nossa linda cidade que eu adoro e adoro estas histórias da sua História.
Bem hajas, ainda vou a tempo de hoje passar por lá para comemorar.
Beijos

Peter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M@ disse...

Nunca fui lá.
Também só passei pelo Porto uma vez e não parei.
Aqui em Lisboa também há muito ícones do passado Estudantil.
Claro que deve ter sido e ainda é um belíssimo café cheio de inspiração.
Porque será que os cafés têem este fascínio sobre todos?
Acho que os tempos estão a mudar e as conversas de café em desuso, em contrapartida temos os blogs.
Será que este blog A Papoila daqui a muitos anos estaremos todos a fazer uma homenagem pelos 100 anos de vida?
Era giro não?
Beijinhos amiga, Bom fim de Semana.
Manuela

poetaeusou . . . disse...

*
quanta sensibilidade . . .
,
acabei de ver uma reportagem
na TV, do Café Piolho,
fiquei mais rico com o programa
e com o teu poste,
,
grato fico, amiga,
maresias serenas, deixo,
,
*

tibeu disse...

Bela homenahem a este café, poucas vezes estive lá, mas achei interessante. Bj amigas

Peter disse...

Hoje no noticiário das 13h da TVI deram uma interessante e extensa reportagem sobre os 100 anos do Piolho.

Peter disse...

O meu amigo Fernando Paiva envia-te o seguinte comentário:

"O Piolho funcionou como um autêntico Centro Cívico de contestação ao regime, desde os finais dos anos 60 até ao 25 de Abril. Perto das Faculdades de Ciências, Letras, Economia, Engenharia e Hospital de Santo António, O Piolho era a casa onde se juntava e discutia toda a ideologia do movimento estudantil.

Estou a ver agora o Pacheco Pereira na Quadratura do Círculo. Quantas vezes o vi por lá…”

Brancamar disse...

Graças a ti, hoje passei pelo Piolho, coincidi com um momento alto das comemorações. Foi bonito e a Câmara descerrou uma linda e interessante placa na sua fachada.
Muitos estudantes, muita música, muitas recordações.
De longe a longe vou voltando por lá, em horas mais tranquilas, como pelo Majestic, o Latino, o Guarany e outroa históricos e sempre interessantes, cada qual no seu género.
É linda e afectuosa a nossa cidade!
Beijos

Maria Valadas disse...

Bela e Grandiosa homenagem a um local que te diz tanto!

O teu poema é Grandioso em sentires!

Excelente!

Bom final de semana.

Beijos.

Izi disse...

Oi amiga,

q bom poder conhecer lugar tão pitoresco e me parece muito acolhedor ou outrora foi...mas pelo q pude observar trás na bagagem muitas histórias e boas recordações.

ótimo fds!

bjos!

helia disse...

Não conheço este Café centenário, mas gostei de saber um pouquinho da sua história e gostei muito do Poema "...Nesta cidade que perdeu a Primavera querido amigo..."
Nuito bonito!

Quase nos 50 disse...

Não conheço mas quando for ao Porto vou tentar conhecer.
São estes locais com história que devem ser preservados se calhar mais do que alguns rabiscos neoliticos....apesar do que as boas gentes pensam.
Um beijo e bom fim de semana