domingo, setembro 06, 2009

Motim de beijos...

Tenho amotinados
os beijos pendentes,
desculpas esfarrapadas,
pretextos indecentes,
e propostas descaradas ...
Tenho o fio da emoção
na borda da manhã,
a vontade de soltar
a sombra da tua mão,
a pressa de estrear
um relâmpago em meu olhar,
o instinto primitivo
de rir-me sem razão...
Fazer de teus braços meu abrigo,
abreviar a agonia do desejo,
mergulhar em águas transparentes...
E assim, lavar o tempo
que não vivi contigo.

PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!!

16 comentários:

Lilá(s) disse...

Um belo poema e uma das minhas imagens preferidas...
Bjs

Lilá(s) disse...

Olá! como é possivél escrevemos o comentário no mesmo momento!!!!! coincidencia!

Luisinha disse...

Lindo...

Beijo grande para ti também

Pena disse...

Oh, Maravilhosa Amiga:
Uma sensibilidade poética fabulosa como sempre nos habituou.
"...Tenho o fio da emoção
na borda da manhã,
a vontade de soltar
a sombra da tua mão,
a pressa de estrear
um relâmpago em meu olhar,
o instinto primitivo
de rir-me sem razão..."

Que doçura e beleza lindíssimas.
Parabéns sinceros, pela magia poética que, deliciosamente e soberbamente, nos dedica. De ficar boquiaberto, perplexo e fascinado.
Com respeito e imensa estima.
Beijinhos amigos de pasmo e admiração constantes e presentes por tanta pureza e beleza suas.

pena

Adorei! Enternecedor. Muito doce.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Temos que saber viver tudo na hora certa, porque se assim não for, depois pode ser demasiado tarde.
Bjo.

Isamar disse...

Um poema cheio de sensualidade como é teu costume ilustrado por um beijo famoso.

Beijinhos

Bem-hajas!

Ana Martins disse...

Este poema é de uma beleza tremanda, adorei!

Beijinhos,
Ana Martins

helia disse...

"E assim ,lavar o tempo
que não vivi contigo "

Também eu gostaria de lavar o tempo que não vivi com quem amava...

Um poema muito lindo!

tulipa disse...

Começo por agradecer a partilha de um poema tão belo.

Venho anunciar a minha RENTRÉE - com uma Exposição daqui a 15 dias...bem perto de si, em S. Mamede de Infesta.
e, perguntar-lhe: será possível contar consigo nesse dia?
ou contar com a sua ajuda para divulgar a mesma?

Estou com nervoso miudinho...
Preciso do apoio de todos que puderem estar presentes!!!
Beijinhos.

Agulheta disse...

A beleza do poema sensivel e terno,onde o tempo é sempre tempo para o viver,adorei.
Beijinho de amizade.
Lisa

Peter disse...

Um bonito, terno e amoroso poema, ilustrado por um famososo e belo Klimt.

Tenho andado com pouco tempo, aproveitando na praia o maravilhoso Agosto.

Calculo que a "A" te ocupe muito do teu tempo.

Abraço amigo.

Zé Povinho disse...

O instinto, a verdade do sentir.
Imagem bem escolhida.
Abraço do Zé

Luisinha disse...

:) Muito agradecida pela mensagem de parabéns....

Beijo.....ou melhor um montim de beijos

poetaeusou . . . disse...

*
o motim
das tuas palavras,
cheiram
a beijos lavados,
,
conchinhas amotinadas, deixo,
,
*

Mónica disse...

Sempre com poemas lindos. Nunca é tarde para mandar os beijos "pendentes".
Aqui fica o meu,
Beijoka grande

♥ ♥ Eu disse...

Lindo poema, parabéns pelos belos versos de amor.

bjos!