terça-feira, setembro 15, 2009

rapsódia de Outono

Aqui frente a nós
abre-se uma ponte...
Sinfonia seca
que cerra fileiras
em ondas de cor.
Os beijos do Sol
pintam folhas douradas,
são alfombra mágica
na terra virgem…
A paisagem rubra
estende-me uma ponte
que vai dar ao Inverno
do meu almanaque.
Tu, nos meus olhos,
o Outono mágico:
perco-me em teus braços;
num céu de estrelas…
Dá-me a tua mão
estou do outro lado...
Espero-te
de vestido escarlate
odalisca incensada.
Coloridas folhas caídas
atapetam os solos
de árvores caducas.
Outono,
entre ocres e dourados
soltam-se folhas lânguidas,
em danças de roda…
Dão passagem ao sol,
em ocaso rubro…
Libertam-se acordes
de uma música nova…
Não há Outono...
Só frutos de amor,
espumas índigo,
em ocasos de mar,
que falam de ti…
Deixa que atravesse
poentes de nuvens
deixa que semeie beijos
em cada Outono,
e pontes em cada nuvem…
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

15 comentários:

Iscte 72-77 disse...

Lindo....a condizer com a imagem...

Akhen disse...

Lindo e tem a música suave do Outono.

Permita-me deixar-lhe o que estou agora a pensar

O vento sopra leve.
O Outono aproxima-se.
Na mala,
traz a paleta com que pintará
a terra
de outras cores.


Paz e Luz no seu caminho

Sonia Schmorantz disse...

Este poema tem a suavidade do outono, com seus perfumes e suas cores de linda palidez...
beijo

Pena disse...

Fabulosa e Admirável Amiguinha de sonho:
"...Os beijos do Sol
pintam folhas douradas,
são alfombra mágica
na terra virgem…
A paisagem rubra
estende-me uma ponte
que vai dar ao Inverno
do meu almanaque..."

Faço uma vénia gigante ao seu génio que é lindo.
Um poema fascinante. De beleza imensa num sentimento tão lindo. De doçura, mesmo.
Silenciado pelo seu puro e extraordinário encanto.
Beijinhos amigos. Muitos.
Cativado por tanta magistralidade notável e significativa...
Sempre a admirá-la

pena

Adorei! Perfeito numa pessoa perfeita.
Bem-Haja, amiga fantástica. Faz "coisas" de enternecer, tal a beleza imensa.

Agulheta disse...

Papoila. Lindo e belo poema de outono, pelas cores, cheiros e de amor em perfeita sintonia a dois.
Beijinhos...Lisa

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Já estás a dar as boas vindas ao Outono? Na verdade ele já está mesmo aí à porta.
Bjo.

Ana Martins disse...

Fantástico Papoila!

Beijinhos,
Ana Martins

mfc disse...

Tudo perfeito... o poema(conseguiste tocar-me com ele) , a foto e a música!

Isamar disse...

Imagem e palavras em sintonia perfeita. Outono ocre em ocaso escarlate. Amor ao rubro.

Beijinhos

Bem-hajas!

Pena disse...

Amiguinha:
Vim reler o seu maravilhoso, puro e deslumbrante talento poético.
Pura e simplesmente: DIVINAL!
Beijinhos amigos de parabéns sinceros e sentidos.
Com respeito e carinho...

pena

Fantástico.
Adorei! Bem-Haja, fabulosa e perfeita poetiza Amiga.

mixtu disse...

olhares
beijos
poentes
oestes
outono
folha que cai


semear de beijos

sentires...

pontes que se contam...

abrazo serrano y europeo

Lilá(s) disse...

Maravilhoso poema de Outono! senti vontade de abrir os braços á estação que se aproxima.
bjs

rendadebilros disse...

mais um belo poema . De Outono? Creio que é mais um poema de amor...
Bom fim de semana.

Huã Galego-Português de Grã Ualor disse...

Aquestre belogue hé certamente de grã ualor! de grã prêz venho eu aqui par hacer d'aquestre belogue felicidade de lar mio, q'hé hem distantes terras. Aquenostro prêz d'escriber hé huã prêz duro de viver com.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Desejo-te uma optima semana.
Bjo.