quarta-feira, outubro 21, 2009

Vou Lá...

Lá, onde sou deusa quando me olhas nos olhos e procuras a minha boca… Lá, onde as minhas mãos acariciam a tua pele… se escondem em pregas e loucas percorrem teu corpo…. Lá onde posso despir o meu corpo cansado onde a paixão se transforma em ave de fogo que esvoaça e devora todas as nossas dores…. Lá, vou procurar as asas, para encontrar a passajem secreta que me leva de nossos corpos enlaçados à nossa história… Quero encontrar o teu riso de menino quando saltavas as poças de água, as tuas mãos sujas de terra, os teus olhos verdes brilhantes, quero ser a chuva que te molhava o cabelo encaracolado… Quero beber teus lábios, e tatua-los no meu pescoço. Serei a tua companheira por veredas de bosques húmidos e desertos esquivos… Viajarei incógnita sem autorização a tua memória, e vou substituir a tua primeira mulher, a segunda, todas elas…. Serei deusa gloriosa que crava a sua bandeira em todos os sofrimentos, desejos, alegrias e paixões. Lá sou invisível, sou toda mãos… e corpo enlaçado em teu corpo de deus amado... Será lá que te espero nesta e em todas as outras vidas, e não importa se por acaso não houver mais nenhuma… Vou saber reconhecer-te e fazer-te cair em meus braços… Porque é inevitável… nem aqui nem lá, poderíamos evitar amarmo-nos…
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

17 comentários:

Brancamar disse...

Loucamente lindo o teu texto Papoila. Há amores inevitáveis e únicos, em toda a nossa vida ou na eternidade.

Beijinhos
Branca

Lilá(s) disse...

Que encanto! texto maravilhoso, tão suave...tão doce.
bjs

Ana Martins disse...

Eu diria arrepiantemente belo Papoila!

Beijinhos,
Ana Martins

Pena disse...

Maravilhosa Amiguinha:
Um texto delicioso. Puro. De uma sensibilidade adorável e fantástica.
Quanta doçura, ternura e encanto.
É ímpar no que escreve com uma fascinante dedicação e beleza.
Magistral. Perfeito.
Quando aqui venho fico "fulminado" por tanta maravilha que me fascina.
Escreve soberbamente e extraordinariamente.
Beijinhos mil.
Com respeito imenso pela pérola preciosa que é.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua amizade.
É uma delícia lê-la. Uma honra indescritível de génio fantástico.
Parabéns sinceros.
Bem-Haja, adorei!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


... em qualquer lado, portanto!

beijinhos

Anónimo disse...

Um texto bonito, revelador, apenas um porém, Ninguém substitui ninguém. Cada História é uma história que tem seu próprio tempo!!

Alberto

Agulheta disse...

Querida amiga. Magnífico texto de suave lembranças,o amor sempre será a razão.
Beijinho e agradeço visita.

Lisa

helia disse...

"Quero encontrar o teu riso de menino quando saltavas as poças de àgua..." Muito bonito e de muita ternura como bonito é todo o texto!

Patricia Barros disse...

ETA HORAS QUE PASSAM
A VOAR!!! AS FOLGAS PASSAM
SEM QUE SE DÊ POR ELAS, MAL
DÁ TEMPO PARA FAZER O QUE
GOSTAMOS.
AS CRIANÇAS ESTÃO BEM, APESAR
DA DANIELA DORMIR MAL E ACORDAR
MUITAS VEZES, MAS SER MÃE É
ISSO MESMO NÉ?
QUE LINDAS PALAVRAS , NOSSA!!!
PASSEI RAPIDINHO SÓ PARA
DESEJAR-TE UM BELO FIM DE
SEMANA.
BEIJINHOS...

mfc disse...

Mais um canto lindo ao Amor!
Um canto subtil e cheio de uma intensidade de que se gosta.
Parabéns.

Peter disse...

Estou em falta, confesso que estou, mas tenho andado a criar outro blogue, a reunir e escolher material para publicar.

Possivelmente por estar mais virado para a prosa, gosto mais destes textos, da sensibilidade com que os escreves.

rendadebilros disse...

Sempre deliciosamente inspiradas as tuas aplavras.
beijos.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
O verdadeiro amor está para lá da vida, e para lá do passado, onde podemos voltar a sentir tudo de novo, como se de um regresso às origens se tratasse.
Bjo.

M@ disse...

Que lindo texto, tão cheio de promessas de amor, e de recantos.
Desejo uma boa semana

Agora é que é para ir votar...

quarta-feira, 28 de Outubro de 2009


Cliquem na imagem



Amigos, agora é que chegou a vez de votar no meu texto.

Para votar é na coluna do lado, e tem lá vários nomes basta clicar no da Manuela...rsrsrs.

Obrigado pela vossa amizade

Abraço grande

rouxinol de Bernardim disse...

Linda postagem, em linha com o perfil da autora...
Gostei imenso...

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Vim agradecer-te a tua companhia sempre constante lá pelo ATORDOADAS.
Bjo.

Mónica disse...

Este blog é maravilhoso. Cheio de amor, ternura. Palavras lindas...
Adorei

Beijokas
Bom fim de semana :)