quinta-feira, fevereiro 14, 2013

Amo-te! Hoje, como em todos os outros dias...





Amo-te
porque por trás da face
de  sorriso alegre
há um homem cansado de tudo,
a quem nada  importa
senão o real, e verdadeiro.

Amo-te
pela sinceridade constante
de quem não vende ilusões
nem se presta a confusões.

Amo-te
porque  a cada fracasso
abres uma nova oportunidade!
Fazes de cada momento
uma proposta  sem idade

Amo-te
não sei porquê nem como,
ou sequer quando.
Amo-te simplesmente assim
complicado amante da liberdade !
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!

8 comentários:

Ana S. disse...

Quando se ama não é preciso um "porquê". Simplesmente ama-se tudo o que ele tem. Bonito!
Bom dia dos namorados :)

Secreta disse...

Amar , sempre, com toda a intensidade! Sem explicações... !
Beijito :)

Agulheta disse...

Amar é somente amar,é o mais nobre sentimento.
Beijinhos

Jorge P.G disse...

Voltaram os poemas de amor da Papoila. É bom amar-se um amante da liberdade.

Um abraço.

Lilá(s) disse...

Amar é o sentimento mais nobre que conheço. Lindo e significativo poema!
Bjs

Jorge P.G disse...

Passei e deixo um abraço, na esperança de que a interrupção de posts seja breve.

Jorge P.G disse...

Mais uma vez passei e deixo um abraço.
Até breve, espero.

Pérola disse...

A simplicidade do amo-te.

Lindo!

Beijinho