quarta-feira, outubro 10, 2007

Se eu pudesse...

Se pudesse, só uma vez
aproximar-me do teu corpo,
acariciar cada centímetro
da tua face barbeada,
sentir como meu corpo
se excita com tua pele suada.
Só por uma vez abraçar-te
com a condição de recordar-te…
Ao abraçar-te sonharia
com teu perfume de homem sincero.
Tocaria teu peito… dormiria em teus lábios
para sentir que respiro…
Diria… gosto de ti
para continuarmos amigos...
Quando me olhasses
saberia que tocas minha alma…
Então diria… AMO-TE!
Sei que assim permaneces em mim!


BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!

38 comentários:

Sol da meia noite disse...

Palavras feitas de paz... saídas da alma...
Momento perfeito!

*

sofialisboa disse...

e ainda há pessoas que nunca amaram! que bom que és uma das surtudas :) sofialisboa

Gui disse...

Qual o homem que não gostaria de ouvir estas palavras? Um beijo minha amiga

maria elisa disse...

Amiga Papoila. Lindo este belo poema de Amor,dito ao ouvido,ou não só! em voz quente quem não gosta de ouvir. AMO-TE,lindo gostei para quem ele foi escrito devia,ter gostado de igual forma.
Beijo de amizade.LISA

Papoila disse...

E assim permanece em ti o amar.
Lindo

Beijos
BF

rendadebilros disse...

Grande poema de amor... que toca as almas...
beijos.

su disse...

Há "coisas" que não se esquecem, que se colam à nossa alma como se fosse na nossa pele e guardam-se no coração como se este fosse uma verdadeira caixa de tesouros...porque estas coisas da alma só podem ser pequenos grandes tesouros.
Obrigado pelas palavras carinhosas lá na Teia.
Que fique um pouco de brilho para ti, nas pétalas do teu caminho...nas tuas lembranças, no teu sorriso.

Um beijo.

Palavras ao vento disse...

" Sei que permaneces em mim!"

O último verso... traduz o que vai no teu coração!

Om poema feito música.. e musica feita poema.

Lindoo!!
Beijos da

Maria

Poliedro disse...

Simpática Amiga:
Que lindo poema de amor. Delicioso.
É como descortina em si a sua magia de amar. É lindo. Puro. Sentido.
Sabe, penso que todos gostam muito de si. Muito, mesmo. Só poderiam.
É tão doce.
Encanta e enternece. Tem veia poética enorme, rebuscada num sentir muito profundo, sem iniquidade. Onde mora o deslumbre.
Adorei. Parabéns sinceros.
Obrigado por ser minha amiga também.
Desculpe, não passar aqui mais vezes, mas ando para um lado e para o outro a correr. Só à noite consigo algum tempo.
Prometo esforçar-me por vir aqui mais vezes, porque vale a pena.
Beijinhos de amizade, ternura e muita estima.
pena

J.G. disse...

PAPOILA!

Este é forte!

Até fiquei ruborizado...e não é nada comigo!

Eheheheh!...

Um abraço, amiga.

Carminda Pinho disse...

Papoila,
que lindo poema de amor.
Vem do fundo da alma, sente-se.:)
Beijinhos

A Túlipa disse...

Ah =] uma Papoila =]. Talvez sejamos primas afastadas =P

markus disse...

Olá bom dia,
Tens um prémio a levantar no meu blog, passa lá q vais entender.

Lindo poema de amor e de sonho...

“Água fresca e sedenta
TU por vezes fazes mal
Misturam em ti pimenta
Ou servem-te com sal”.
Bom fds***

Catarina disse...

Papoilita

Porque as tuas palavras tocam, inspam e fazem sonhar deixo-lhe um prémio la na minha ville de lumiere.

é mais do que merecido, porque partilhar poesia é também ser solidario.

Bjtos

Chahy disse...

sem palavras...

zé (do beco) disse...

Se eu pudesse…
Se eu soubesse o que sei hoje…
Se, se, se…
Se a vida não tivesse tantos "se's" a condicioná-la, quem sabe não seriamos mais felizes…
Por isso é que às vezes era melhor que déssemos um pontapé nos "se's" e vivêssemos de acordo com os nossos instintos. Esquecer um pouco as limitações que a sociedade nos impõe e amar, amar perdidamente como se não houvesse amanhã.
Mas isso era muito bonito se…
Beijinhos e bom fim-de-semana.

manuela disse...

Se não existisse amor o que seria do mundo?
Muito lindo este poema.
Muito romântico.
Bom fim de semana
Manuela

serenidade disse...

Papoila,
claro que podes... diz em pensamento, as vibrações chegarão a quem queres que cheguem, acredita e verás:) não custa tentar;)
Está lindo o poema.

Serenos sorrisos.

croqui disse...

lindo!

suruka disse...

Grande declaração

Sim há individuos com sorte.

bjs

A paginadora disse...

Papoila
poema lindíssimo.
"...Ao abraçar-te sonharia
com teu perfume de homem sincero."
Quem não gostaria de sentir essa plenitude que perpassa todo o teu poema?
" Sei que assim permaneces em mim!"
Quem não guarda dentro de si a lembrança de um grande amor, que viveu ou que não o vivendo o sonhou, como uma doce realidade.
Ai!!! Que saudades que eu sinto do Amor, forte, desmesurado, sincero.
Um beijo amiga e que o Amor esteja contigo.

Meg disse...

Querida Papoila,

Se... tantos ses...
Poema lindíssimo, intenso, cheio de sonhos sofridos.
De nos deixar sem fôlego...

Beijinhos

alma disse...

Se eu pudesse usar a palavra certa, dizia que o poema ainda é mais lido do que aquilo que digo. Profundidades do sentir, do ser e da alma, que o amor verte, em declarações que se elevam no decurso dos dias.
Lindo mesmo.
Abraço da alma

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Quando aquilo que desejamos está tão repleto de tanto sentimento, vale sempre a pena ter a ilusão de que tal é possível, mesmo que saibámos que nunca se concretizará.
Bom fds.
Bjs.

Peter disse...

Belíssimo poema. É um comentário "estafado", mas é a verdade, aquilo que eu sinto.

elsa nyny disse...

Lindo o amorrrrrr!!


Entretanto há um novo desafio Por Darfur, vem ver se queres colaborar!

Beijinhos!

mixtu disse...

recebi o beijo
jajaja
e podes, e ele também gosta de ti, aliás quando o vir mando-o para ao pé de ti senão nem sei o que lhe faço...
jajaja
homem sincero... não existe, há os que enganam e os que não conseguem enganar
jaja

beijo meu para quem o agarrar

Katya disse...

Oi miga passando para ver as novas desejar um ótimoFim de Semana e dizer que tem lembrança das borboletas no meu post do dia 11
Bjkas mil

Obscuridade Translúcida disse...

Muito bom,muito bem escrito...

Pink disse...

Senti todas as tuas palavras como se fossem minhas...
Algo que sonhei, imaginei dizer um dia, mas que por cobardia...calei-me.
E assim, perdi acima de tudo um amigo, alguém que ainda é muito especial para mim, que guardo no cofre do coração, com carinho.
Agora sei, sei que errei. Que é preferível arriscar, do que ficar na eterna incerteza do que poderia ter sido.
Fez-me bem ter visitado o teu cantinho.
(p piorar...tou c febre! Maldita gripe!)
Até!

Monika disse...

Que lindo poema e nota-se, vê-se que cada palavra escrita é mesmo sentida. Porque será que pouca gente consegue dizer Amo-te?
Adorei!
Beijocas,
Mónica

Besnico di Roma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Catarina Duarte disse...

Ai o amor... =S


beijinhos e bom fim de semana!

Besnico di Roma disse...

Lindo. Que paixão!
Afortunado esse, a quem pretendes acariciar cada centímetro da sua face barbeada… Fico a saber que não é nada comigo que sou barbudo, mas tenho inveja. eh eh eh
Beijitos.

cõllybry disse...

Claro que podes, linda Papoila...
Sussurra-lhe ao ouvido...

Beijoca terna

Carminda Pinho disse...

Papoila, ainda numa de paixão?!
Amiga o MA continua a ser a minha referência dentro da esquerda em que me sinto.
Deixei de ver os debates na AR., por isso não vi a intervenção, mas li.
Beijinhos amiga Papoila apaixonada.:)

António disse...

Papoilas, amor, amizade e poesia.

Beijinhos

Azul disse...

Lindo, lindo ,LINDO,Papoila!