sexta-feira, abril 11, 2008

Tu...a lua... e eu...

Vestido de nuvens extingue-se o dia
passo a passo…
Majestosa a noite
desce degrau a degrau
a escada de caracol.
A lua cheia ilumina a circunferência
completa de minhas mãos elevadas…
Imploram palavras e canções
fino ponto de encontro
guardado como um tesouro…
No seu cofre guarda memórias…
Sabe de mim muito mais que eu!
A noite navega intemporal
dona do universo!
-Estou aquí! digo-lhe com o olhar
janelas abertas de par em par
aspiro seu gelado alento
pele brilhante do seu reflexo
que me percorre por dentro
ruídos dos ecos de sombras
fragmentos de velhas estações.
A noite feiticeira
sabe que existem lugares
onde nunca entrou o Sol
no ninho de meu coração.
Nada queria imaginar… delirar
quando penso em ti!
A tua recordação
cria em meus sentidos
doce batalha de suspiros…
Arde mais que o fogo
consumo-me na ideia
de o apagar num beijo de teus lábios
menino de riso inolvidável...
Lua! Ofereces-me tuas curvas prateadas
generosas... luminosas...
Repouso a cabeça
lanço as mágoas na tua aureola
salpicada de musas…
Penso nele que te adora
na tua luz que o acaricia...
Imagino… não pode esconder
na sua alma iluminada
como se propaga o bem-querer
do meu olhar até ao seu...

BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

17 comentários:

Anónimo disse...

Boa Noite Papoila.
Quantas vezes a lua serviu já de inspiração para poetas que proclamam o seu amor incessantemente? Parabéns por esta obra-prima magnificamente construida elevando o amor.

Rita

Agulheta disse...

Papoila.
Como é bom amar e olhar a lua,pois ela é dos poetas dos namorados,ainda me lembro em pequena pela mão da avó,dizer a lua bem atrás de mim,essa era a minha ilusão de criança,mas hoje ainda fico a olhar para ela na minha janela,e de seu encanto, como este poema feito de magia.
Beijinho doce amiga Lisa

tulipa disse...

Pétalas de uma linda flor são todos os momentos, pessoas, paixões, sentimentos que iluminam os meus dias!
Agora sou uma TULIPA.

Beijinhos.
Bom fim de semana.

Anónimo disse...

Muito lindo!
Uma flor para si!
Um abraço
Flor de Luz

Sophiamar disse...

"A noite feiticeira
sabe que existem lugares
onde nunca entrou o Sol
no ninho de meu coração."

A lua,também ela feiticeira, como a noite, inspira poetas, amantes e outros sonhadores mas o sol, chama vida da vida, tem de iluminar esse ninho que fervilha de amor.

Belo poema, belo recanto onde o amor nos toma como que por encantamento.

Beijinhosssss

Bem hajas , papoila, poeta, amante, mulher....

mixtu disse...

a noite
feiticeira
a lua
amiga
confidente
o abrir de mãos
estender braços
abraços
desejos
alma iluminada
fogo que arde e se vê
se sente
bem querer
querer bem
sentir
amar

abrazos serranos

pd. recebido o besito

oteudoceolhar disse...

Minha querida e doce papoila...já 50000 visitas ;) ainda ontem o teu campo começava a florir e hoje vê só como está belo repleto de tantas outras flores coloridas;). Como estás minha querida e doce papoila? Contemplando e lua? Parece pelo que vejo que não és só tu...a lua pelos vistos pela sua magnitude e poder tem o confão de encantar :)... Minha querida desculpa a ausência...nos pedacinhos em que volta aqui estou eu para te ver e rever...Deixo um beijo como sempre n´oteudoceolhar *** Até breve.

rendadebilros disse...

A tua inspiração sempre me surpreende... uma beleza para ler nestes dias chuvosos e fazer sonhar...
Então sempre ocupada, não é? Por isso mais valiosa é a tua visita.
Beijos.

Peter disse...

Belo poema, gostei bastante.
Como te escrevi num comentário ao teu anterior post, motivos de saúde têm-me obrigado a não estar muito tempo no PC.

Desejo-te uma boa semana que se avizinha.

Menina do Rio disse...

Não há como esconder a alma quando esta se ilumina...
A Lua, como sempre inspiradora dos amantes!

Tem uma ótima semana, minha querida

Manuela disse...

Ó Papoila então??

Nem apareces nem nada...
Estou a brincar quem cá não vinha era eu.
Obrigado pelo selinho e o memorandum.
Adorei saber que fazia parte do teu grupo...se sou eu claro há tantas Manuelas...
Abração
Beijinhos

Manuela

António disse...

Mais um belo poema, minha querida!
Palpita-me que qualquer dia vais publicar um livro de poesia...

Beijinhos

Um Poema disse...

...

Gostei!

Dizer mais o quê?!...

Um abraço

Pena disse...

Linda Amiga:
Sempre que aqui passo fico deslumbrado.
Que enternecedor poema. Lindo.
A Lua que vê em si é iluminada pelo doce encanto.
Sim! Repouse a sua cabeça terna e carinhosamente em quem destina e direcciona este poema majestoso de encanto.
Gostei muito. Admiro o seu inequívoco talento e Alma poética sensível e maravilhosa.
OBRIGADO por instantes tão belos.

Beijinhos amigos de estima.
Com consideração e muito respeito pela sua imensa significação.

pena

Carminda Pinho disse...

Papoila,
mais um poema do melhor a que já nos habituaste.

Beijinhos

Isa&Luis disse...

Bom dia Papoilinha,

Belo poema uma torrente de emoções ao rubro...gostei muito.

Parabéns amiga!

Beijinhos

Isa

su disse...

A lua é uma velha amiga que trago dos tempos de infância...as minhas maiores e sentidas palavras já foram para ela...


:)))