segunda-feira, maio 26, 2008

O que sei eu...?

Hoje, mandaram-me um e-mail entitulado: "Sei..."! Lembrei-me da célebre exclamação de Sócrates: "Só sei que nada sei". Como é profunda e verdadeira esta conhecida frase, sujeita às mais diversas interpretações e que levanta numerosas questões. Uma pessoa que diz que sabe que nada sabe, no mínimo sabe que nada sabe, portanto sabe alguma coisa e se sabe alguma coisa, não pode não saber nada... Por outro lado, nada é nada... E se nada é nada, e Sócrates disse que só sabe nada, é porque na sua realidade ele nada sabe. É claro que foi uma belíssima força de expressão… é óbvio que ele sabia muita coisa, muito mais do que certas cabecinhas da época que procuravam não saber ou tinham interesse que ninguém soubesse (engraçado que passados milénios nada mudou!). Sócrates deve ter dito esta frase quando olhou o infinito do céu ou a imensidão do mar. Se o fizermos veremos que não sabemos nada perto da imensidão do infinito. Já é uma incoerência dizer "imensidão"... não tem sentido a tentativa de colocar uma medida no imensurável... É como querer medir o Amor...: "O meu amor por ti é enorme"… Conhecem algum padrão de medida para o amor? O amor pode medir-se?! Vive. aprende, pensa. ama, e nunca pares de aprender pois sabemos que nada sabemos, mas podemos aprender a saber mais em cada instante… Sente! Deixa e permite-te amar. Nessa altura estarás a saber muito mais do que pensas!

BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

27 comentários:

Anónimo disse...

Olá Papoila.

Concordo plenamente contigo.
Admitir que não se sabe, já é pelo menos ter consciência disso, logo, é prova que se sabe alguma coisa.

Sempre achei um disparate quando as pessoas dizem "amo-te muito". Será que alguém pode dizer que ama pouco? ou amo-te mais ou menos? ou amo-te dia sim, dia não? loool

Beijos

Juliana (sem Matteu) lol

Maria disse...

Amiga Papoila AMEI seu texto! é bem verdade isso! Um beijo!

Templo do Giraldo disse...

Ca estamos de novo

Depois de terminada a queima das fitas, e aquelas noites bem passadas, e bem regadas, estamos de regresso ao mundo activo do blogger.

Deparei que continuas aqui com o teu "sitio" bem movimentado como ja nos habituas-te.
Em breve voltarei com mais vagar para saber o que aqui se tem passado.

Um abraço.

rendadebilros disse...

Profunda reflexão... ( alguma reflexão é menos profunda?) ... para ficar a pensar...

Beijos e obrigada.

Menina do Rio disse...

E se até Sócrates sabia nada; o que sei eu? A vida é uma escola e estamos empre aprendendo

Um beijo

O Profeta disse...

São sempre de uma originalidade notável os teus posts


Doce beijo

tulipa disse...

Hoje vim encontrar-me contigo, aqui neste teu belo jardim de sonhos e de papoilas.

Passo em silêncio para deixar um abraço.

salome disse...

E que sei eu?
Só que aqui passei
E um beijinho
Lhe deixei.
Seu texto está maravilhoso!.Salomé

Besnico di Roma disse...

Penso que está aqui armada uma grande confusão.
O que se me afigura é que o Sócrates tem a mania que sabe tudo e nem sequer tem ideia que não sabe nada ou sabe pouco…
Quando ao “amo-te muito” … pela minha parte odeio o gajo!
Desculpem se o comentário vier a despropósito, mas eu sou um daqueles portugueses que vem nas estatísticas como analfabeto funcional.

Anónimo disse...

Se achar pouco comparado a Socrates... se um notavel desse nivel tivesse vivido um historia de amor, nem teriamos que pasar pelo que passamos. A tempo estaria tudo resouvido, quem diz que nada sabe ou que tudo sabe, é o famoso copo d'agua pela metade, ou a garrafa de vinho como preferir, vai ver esse copo trasbordar quando nos unirmos. somos as duas metades, juntos formamos a verdade.

Anónimo disse...

O penssamento de grandes genios, era só eles que viam, não conseguiam convenser nunca ninguém só com a cabeça, meu sentimento é que impucina minha cabeça, sentimos no corpo, meu corpo esta ligado ao que penso, por não pensar só com a cabeça, nosso computador não é a cabeça como já vi dizerem, o corpo todo é componente, ai que tá o corpo mostra a verdade, e não há como duvidar, ninguém usa o corpo usam separados, como os mitológicos homens misturados com animais, quando tem cabeça o corpo é de cavalo, quando sente o corpo, a cabeça é de cavalo, ai agem como animais não como gente, entenda que há uma verdade a ser visto quando se é completo, eu nunca vou revelar toda verdade com verbo no papel, porque o verbo esta em meu corpo. dizer já soa absurdo, vão dizer que sou soberbo. não posso sair disendo, é ir para fogueira, tenho que mostrar, ai a fogueira muda de lado.

Anónimo disse...

Meu corpo sempre quis se mostrar a você, se eu me entrego a você de corpo e alma, toda verdade virá a tona, todo medo que senti em mostrar a verdade me deixou traumas,

Anónimo disse...

Também ter deixado a sozinha, pelo que passou me atingil.

Anónimo disse...

Tenho que vingar tudo que me atingil, seja o bem ou mal. tudo que passei não vai sair de graça, minha vitória vira depois da desgraça, não a nossa desgraça exatamente para evitar-la. ai a graça do que foi bem será vingada.

Anónimo disse...

O perdão não é teoria, é sentindo que se perdoa, não decido sobre perdão, é a natureza quem decide. por estarmos entregue a ela estamos nas mãos de Deus.

Anónimo disse...

O que esta escrito sera cumprido, como o sangue dos santos e martires seriam vingados, não se pode mudar o que esta escrito, ultimos dires do apcalipse: Quem tiver conhecemento daquelas palavras e mudar o que lá esta escrito não terá o nome escrito no livro da vida e não comerá o fruto da arvore da vida. Também esta escrito que depois da fortuna vem a desgraça, depois da desgraça vem a vitoria, não sou eu quem decide, tenho que obedecer.

Anónimo disse...

O que esta escrito sera cumprido, como o sangue dos santos e martires seriam vingados, não se pode mudar o que esta escrito, ultimos dires do apcalipse: Quem tiver conhecemento daquelas palavras e mudar o que lá esta escrito não terá o nome escrito no livro da vida e não comerá o fruto da arvore da vida. Também esta escrito que depois da fortuna vem a desgraça, depois da desgraça vem a vitoria, não sou eu quem decide, tenho que obedecer.

Anónimo disse...

também esta escrito que o justo não aguenta mais sera apressado o fim.

Anónimo disse...

Deus diz que é para pedirmos, e também cobra-lo, é o que estou fazendo.

Anónimo disse...

Fui teimoso quando tentei outros caminhos, querer uma paz que ninguém quer, ai sim estaria me pondo no lugar de Deus, salvando todos não sou Deus para fazer isso terão de pagar, Deus estampou em nosso infortunio tudo que irão pagar.

com.vida disse...

Só para dar uma temperada,penso que nenhum de nós sabe do quanto sabe e por isso sabe nada do seu próprio saber. O que é outro enfoque que acabará, por certo, no aberto por você.
http://cadinhoroco.blogspot.com

Anónimo disse...

Acredito que os primeiros que devem cair na real, é a igreja, chei de boas intenções mas não amam porque são piedosos, confundem piedade com amor, não sabem o que é o amor, o que temos que devotar a Deus é amor, para seres humanos, sentirmos uns aos outros, não usar sentimento em simbolos, o que sentimos é pelo corpo não pelo simbolo, fisemos o serto, devemo continuar amando uns aos outros para que Deus veja que queremos amar, e fassa alguma coisa, contra o que me percegue.

Agulheta disse...

Papoila.
O que eu sei em comparação a Sócrates,se calhar ele sabia eu não,mas como fala de amor vou tentando saber alguma coisa.
Beijinho doce amiga Lisa

Pena disse...

Fantástica Amiga:
Este "Que sei eu..."levanta uma infinidade de atitudes, pensares, sentires.
Realmente, o raciocínio que efectuou fascina de verdade. Se se diz que nada se sabe, é porque nda se sabe, mas ao dizer isto pelo menos sabe-se alguma coisa, sabe-se que nada se sabe.
Perfeito!
Creio que a filosofia não existe. Sempre o pensei assim. Fatiga-me muito, DESCULPE a sinceridade! Tem-se a percepção das pessoas em meditação profunda. Distante. Ausente da realidade.
Entra-se no domínio do fantástico, como Você entrou de forma admirável, mas creio que plena de lucidez. Abro uma excepção: Atitude sentida e profundidade pensadora do pensamento maravilhoso e pleno de sensatez. Não o incluo na filosofia. Não divagou, entrou no real, bem real do sentir.
Excelente. Fiquei a pensar. Somente.
Beijinhos sensíveis ao seu lindo ser que respeito e estimo imenso.
Sempre a lê-la deliciosamente.

pena

Tenho grandiosa estima e respeito mágico de deslumbrar por si, doce amiga. Acredite?
Não passa de uma opinião. A minha opinião. Autêntica e plena de sinceridade amiga.
DESCULPE se disse alguma aberração ou inconveniência insensata e despropositada. As minhas DESCULPAS!

Deusa Odoya disse...

oi minha nova amiga Papola.
a vida nos é sempre um aprendizado.
belo texto.
parabéns por um blog muito bonito.
beijos e um bom fim de semana com muita paz e amor em seu coração.
fique na paz.
sua nova amiga
Regina Coeli.

Te aguardo no meu cantinho.

jasmimdomeuquintal disse...

eu sei que gosto muito de papoilas...
bom final de tarde!

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
E como eu gosto de amar... Aliás, não consigo conceber a vida sem amor, por isso gosto de sentir, de viver, e de me deixar amar.
Bjo.