segunda-feira, junho 09, 2008

Guernica a três dimensões

A Guerra Civil de Espanha (1936-1939) foi o pródomo da II Guerra Mundial, e nela se travou a primeira batalha contra as ideologias fascistas e nazis mas que foi perdida. Os nacionalistas de Franco, apoiados por Hitler e Mussolini, venceram os Republicanos.
Era 2ª feira, dia de feira na pequena cidade de Guernica no País Basco. Dos arredores chegavam às suas ruas estreitas os camponeses do vale, que traziam os seus produtos para o grande encontro semanal. A praça estava bastante movimentada quando, faltavam 15 minutos para as cinco da tarde, os sinos começaram a tocar a rebate para avisar de mais uma incursão aérea dos aviões Condor. Até aquele dia - 26 de Abril de 1937Guernica um centro de comunicações próximo da linha da frente, não era considerada de grande significado militar, e estava habituada a vê-los passar em direcção a alvos mais importantes em Bilbao. Mas naquela 2ª feira tudo foi diferente. O primeiro grupo de Heinkels-11 despejou as suas bombas sobre a pequena cidade e durante 2 horas e 45 minutos os moradores viram o inferno desabar sobre eles. Desesperados saíram para os arredores e as rajadas de metralhadora disparadas pelos caças mataram-nos de uma forma devastadora. No fim do bombardeamento contaram-se 1.654 mortos e 889 feridos, numa população de cerca de 7 mil habitantes. Cerca de 40% foram mortos ou atingidos. O centro da cidade foi totalmente destruído, com as ruas e praças envoltas em chamas, dado a maior parte das suas construções serem de madeira. Só 10% das construções não sofreram danos.
A reacção internacional a este ataque gratuito sobre alvos civis não se fez esperar e a maioria dos orgãos de imprensa internacional pediu a punição pelo sucedido.

Pablo Picasso, exilado em Paris, pintava a tela a que deu o nome de Guernica em memória da cidade dizimada.
Agora, desliguem o som e vejam o vídeo.


BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

16 comentários:

jasmimdomeuquintal disse...

uma bela obra de arte que representa um trágico momento da história.
Boa semana

Mia disse...

Um momento trágico que Picasso imortalizou de uma forma genial. ouvem-se os gritos, vê-se o pânico, a dor, a morte...
Momentos inesquecíveis pela sua dramaticidade.
Beijo

soslayo disse...

Papoila:

Excelente esta redimensão a 3D do quadro mais famoso do mundo pintado por Pablo Picasso. Podemos assim dizer que a obra "Guernica" de Picasso foi re-pintada pelo produtor deste vídeo. Um beijinho.

Menina do Rio disse...

Segue me frente a mão mais forte
já que a fraca se reprime
somos iguais a boi de corte
a espera de outro crime

Vidas levadas pela bruta sede de poder...

Um beijo

O Guardião disse...

Já conhecia o vídeo, e está de facto muito bem conseguido. Picasso, esse não é preciso comentar.
Bom feriado.
Cumps

Pena disse...

Linda Amiga:
Um valoroso testemunho que faz sobre as atrocidades e as indignas carnificinas humanas em Guernica.
Só de seres desumanos, insensíveis e repletos de violência inadmissível.
O seu texto é poderoso e narrado com veracidade sobre a indigna e lamentável força dos mais fortes. Os cruéis nazis que queriam "mandar" no Mundo livre.
Gostei muito.
Não esqueceu o qudro imensamente conseguido e fantástico do talentoso pintor Pablo Picasso.
Gostei muito.
Sempre a admirá-la.
Beijinhos amigos de estima, consideração e imenso respeito pelo que é e faz brilhantemente.

pena

ELISABETECUNHA disse...

BRAVO!!!

POST PERFEITO!!

Lindoooooooooooo


ps. quando puder ajusta meu link

elisabetecunha2008.wordpress.com

cõllybry disse...

Belo texto que demostra as atrocidades da guerra, video muito giro, não conhecia...

Fica bem, linda Papoila

Beijocas

Agulheta disse...

Papoila.Nada melhor que recordar aqui! em pintura,o que a mão dos senhores da guerra foram capazes,aqui bem representado pela mão de Picasso,adorei o video,não conhecia.
Beijinho Lisa

Sophiamar disse...

Participo, a partir de ontem, num blog colectivo.Passa por lá. Deixo-te o link mas encontras o selo no template do meu blog.
http://adlibitum2008.blogspot.com/

Voltarei para te comentar. Desculpa.

Duarte disse...

Aqui temos um bom trabalho de divulgação, do que foi o ataque a Guernica pela legião Condor. Aqui foi donde se experimentou o que posteriormente a Alemanha iria utilizar na segunda guerra mundial. O livro, "O día en que murió Guernica", de Gordon Thomas y Max Morgan-Witts, plasma com extrema dureza e realidade, tal catástrofe e crueldade: um feito histórico; desagradável, que muito bem se podia ter evitado.
Picasso, na distância, soube retratar o sofrimento, o desespero, a desolação dum povo.
Parabéns papoila por este magnífico trabalho .

elvira carvalho disse...

Guernica sempre me assustou pelo sofrimento que exprime.
Um abraço

tibeu disse...

Vai ao meu blog http://lebasilqta4k3m.blogs.sapo.pt/ que tennho uma prendinha para ti. bj

maresia_mar disse...

um trágico momento da história...
deixo-te um beijo carregadinho de sol e muito carinho...

APC disse...

Excelente trabalho, este que a tecnologia permite!... Um ver por detrás daquilo que sempre esteve vivo mas escondido na bidimensionalidade! Um post muito bem composto, como já se esperava!
Abraço grande!

Xinha disse...

já conhecia a história, já conhecia o quadro, pelo qual sempre me senti fascinada.. mas, o video foi novidade. Está excelente.

Este post é estonteante.
Lindo.


xi-coração