quarta-feira, setembro 10, 2008

Na busca das cores da vida...

Sempre quis saber qual é a cor da vida… Emalei as minhas parcas coisas e pus-me a caminho… Percorri trilhos maravilhosos e outros nem por isso… encontrei fadas, magos, feiticeiros, bruxas, velhos centenários, meninos iluminados perguntava-lhes qual é a cor da vida e respondiam-me sempre:
“Continua o teu caminho!”.
Fiz muitos amigos… cheguei a lugares insólitos…conheci tantas coisas… muito mais do que as que pensava poder existir…Vi todos os arco-íris, os campos semeados, as montanhas na Primavera, o mar tempestuoso e calmo, as colheitas de Outono, os cumes brancos de Inverno…Tanto andei… tantas voltas dei… tantas pessoas encontrei… tantos locais mágicos conheci…tantos bons amigos fiz... Um dia um gnomo que andava na floresta a colher cogumelos disse-me:
"Caminhante, tanto caminhas e ninguém te dá resposta ao que persegues nem os amigos nem os inimigos que aqui e ali semeaste…Volta para casa e sê paciente..."
Cansada sem outra motivação senão descansar dei meia volta e resolvi regressar... No caminho encontrei mais de mil paisagens novas, novos amigos e muitos dos antigos...Por instantes queria ficar por ali, mas devia ser paciente e chegar ao ponto de partida. Ao acercar-me, repentinamente, meus sentidos ficaram atentos quase a medo e com muita ansiedade fui-me aproximando... Saíra à procura das cores da vida, e ali estavam, onde sempre estiveram, família e amigos formavam o grande arco-íris que tanto procurei… A cor que faltava era mesmo eu,que até aí não dera conta da minha própria felicidade... A cor da vida era afinal eu e todos os outros e os valores que defendemos na forma de um imenso arco-íris.
PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!!

21 comentários:

elvira carvalho disse...

Acontece muitas vezes. Só damos conta da nossa felicidade quando a perdemos, ou quando julgamos que vamos perdê-la.
Um abraço

O Guardião disse...

Redescobrir a importância do que nos rodeia e de quem nos rodeia, é sempre uma agradável surpresa. Por vezes está tudo lá, nós é que já estamos habituados, e julgamos que é dado adquirido, erradamente claro.
Cumps

Pena disse...

Linda e Fantástica Amiga:
É um verdadeiro arco-íris decorado com as cores belas da vida.
A amizade subsiste em si com delícia e sensacional encanto pelo seu fantástico Ser e sentir. Deslumbrantes. Autênticos. Sinceros!
Quanta ternura e incrível beleza "moram" em si e no que faz com imenso significado poético, doce e de enternecer.
Pode viajar à vontade, mas não se esqueça ou omita o que faz brilhantemente e com doçura.
Adorei, esta viagem pelo mundo adorável de si.
Parabéns sinceros.
Beijinhos que a respeitam, estimam e são amigos de forma inequivoca e autenticidade visível/real.
Maravilhado pelo seu espectacular sentimento de ternura gigantesca.

pena

rendadebilros disse...

É verdade, às vezes, precisamos de sair dos lugares , das coisas , de nós, para voltarmos e encontrarmos o mais valioso. Tão bem dito por ti.
Beijos.

fi disse...

A cor da vida és realmente tu e todos os que nela caminham.
Somos nós que damos vida às cores e não ao contrário.

Maior beijo *

Patanisca disse...

O Rodrigo diz que viajar e voltar a casa é a mesma coisa. Que ao caminhar fazemos do mundo o nosso lugar, que ao voltar a casa fazemos do nosso lugar o mundo. Quer perdermo-nos é o tempo que demoramos nas coisas.

Enfim, eu também não sei se gosto mais de viajar se de estar em casa, mas acho que não me faz diferença. Realmente o que temos de melhor são os amigos.

João da Silva disse...

De fato... se não é o amor dos que nos cercam e nos são, verdadeiramente próximos, onde as cores da vida? Adorei! Nossas cores, nossos amores.
Beijos!

Agulheta disse...

Pessoas como tu,e tantas outras fazemos o mais lindo arco-íris,das amizade e do amor,aí voltamos sempre ao nosso espaço e onde nos sentimos bem.
Beijo doce amiga
Lisa

Peter disse...

Bonito texto, com um final maravilhoso e verdadeiro. As "cores da vida" talvez as encontres no "Em busca do bosão de Higgs", daqueles assuntos tão a teu gosto e que bastante prazer me deu a escrever.

Zé Povinho disse...

De volta depois do interregno das férias, para apreciar as cores deste post que valoriza a amizade.
Bom fim de semana
Abraço do Zé

Maria disse...

Amiga Tive saudade de ler teus poemas e textos,prosas. Hoje AMEI ste lindo texto! Beijinho.

Danilo disse...

Ótimos textos....
Vale a pena conferir!

http://anti-anti-amor.blogspot.com/

elvira carvalho disse...

Passei. Para deixar um abraço e desejos de um bom fim de semana.

belakbrilha disse...

Como é bom quando se procura e se chega à conclusão que é no ponto de partida que está o nosso arco-íris....e quando isso não acontece???

bfs....sê feliz

bjs

Ana Martins disse...

Um texto maravilhoso, um verdadeiro testemunho do quanto valem a familia e a amizade, a vida sem elas jamais teria cores tão belas...

Simplesmente adorei,

Beijinhos

impulsos disse...

Querida Papoila
Por mais que busques
Por mais que as procures
Elas existem
Tão pertinho de ti...
Sempre lá estiveram
Que por serem tão discretas
Nem te apercebeste
Que eras tu
Que irradiavas a luz
Onde elas bebiam
As cores mais belas
Que a vida possui
Agora já sabes
Estão e sempre estiveram
Dentro de ti!

Beijo

Manuela disse...

Amiga Papoila, também eu ando numa roda viva com os filhos e a casa.
Livra esta semana foi demais, ainda por cima agora ando na Hidroginástica nem me posso mexer.
O pior vai ser para a semana que já começam as aulas.
Beijinho e Bom fim de semana.
Obrigado pela visita.

Manuela

mundo azul disse...

Muito bom!!!
É verdade... Quantas voltas nos obrigamos a dar, quando aquilo que procurávamos estava tão perto quanto a nossa respiração!


Beijos de luz e um domingo muito feliz, amiga!!!

Sophiamar disse...

Hoje, a cidade espera-me.Vivo lá há tantos anos quantos tenho mas deixar o berço é sempre derramada em lágrimas que o faço.As cores da vida acompanham-nos, Papoila, ainda que, por esccassos momentos pareçam perder a tonalidade. Correste mundo mas foi em casa que as redescobriste. É assim! O nosso lar, a nossa terra, a família, os amigos fazem parte do nosso arco-íris.

Beijinhos

p.s Quando puderes, passa pela Alfazema Azul

Sonia Regly disse...

Papoila.
Lindo seu Cantinho,cheio de novidades. Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras, sua visitinha será uma honra!!Beijinhos do Brasil.

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Grande lição de vida esta. Na verdade se não estivermos bem connosco mesmos vemos a vida de tons cinzentos.
Bjo.