sexta-feira, maio 04, 2007

Travessia do deserto...


Atravesso o deserto da eternidade com a mochila cheia de sonhos e ilusões… num ímpeto atrevido… quase tolo… de quem não tem nada a perder mas muito a ganhar… uma energia que nasce no meu eu profundo… que se alimenta a si própria… que me leva longe… ou talvez não… Essa incerteza é o mais difícil de suportar… A força vital que me pode salvar também pode terminar… pouco a pouco… sem possibilidade de retorno… evaporando-se gota a gota...à medida que avanço na realidade possível… como construtora de tudo o que fiz ou fui... o reflexo da minha própria história…sou o que penso…o que recordo do passado…de antes de ser…e de agora… as ilusões e os sonhos que murcharam pelo caminho… os projectos que me fazem abrir os olhos a cada manhã… Sou... estou...sigo... vivo num céu que ao entardecer é rosa...sem decisão própria...

BEIJO MEU PARA TI! TENHO SAUDADES!
BEIJOS!



16 comentários:

Papoila Sonhadora disse...

Ola doce homonima, tao lindo este teu Sentir!
Deixo-te um doce bjinho, para melhor atravessares o deserto!
Papoila Sonhadora,

António disse...

Querida Papoila!
Um bom texto, introspectivo, interrogador e profundo.
Gostei de o ler.

Beijinhos

mixtu disse...

texto que agora fiquei a pensar...
ó dra...

e saudades... mas agora é galega para ter saudades?

abrazo, vai um copo?

S.M.R. disse...

Linda Papoila!VEM DAÍ...
O tempo por vezes não estica mas...a viagem fabulástica lembras?
Não me esqueci!
Ela acaba de começar aqui:http://nas-asas-de-um-sonho.blogspot.com/
Hoje vim a correr avisar, todos os que queriam viajar comigo...depende agora de quererem ou não ao meu ritmo!
Um bj Sony
Espero que aceites!

sonhadora disse...

Bom fim de semana.
Beijinhos embrulhados em abraços

cid disse...

Sempre ouvi falar na beleza do deserto, mas também de que a sua travessia é muito dificil. Mas assim dito por ti parece o paraiso. bjs poeta

Miosotis disse...

Beemmmm!!!
Que texto minha boa amiga!
Lindo....
Esse teu sentir tão introspectivo, mas tão insegura em si própria...
Não estou acostumada a vê-la assim!
Venha de lá essa objectividade e essa crueza de análise e síntese.
Ai...é o que eu já disse algures...eu hoje estou terrível!
Beijos e resto de bom fim de semana

rendadebilros disse...

São sempre uma doçura as tuas palavras, mesmo se se vislumbra uma pontinha de amargura...
BOm fim de semana. Beijos.

o alquimista disse...

Incontida fúria, húmido assombro, as águas transbordaram da lagoa, pés molhados no caminho, olhos de alma que voa. E voa de encontro ao céu, na procura de um Deus que chora, por uma Princesa e Pastor, que teimam em não ir embora…

Bom fim de semana


Doce beijo

rendadebilros disse...

É isso, as pedras dão-nos a energia dos lugares...
Beijos.

Isa&Luis disse...

Olá menina,

Gostei muito de ler o teu Sentir,

Desejos de um domingo repleto de alegrias.

Um abraço carregado de carinho e amizade.

Isa

jpg - o sineiro disse...

Essa força não vai terminar, NUNCA!

Melancólico mas belo texto!

Um bjnh.

serenidade disse...

Todos nós fazemos a travessia do deserto, de uma forma ou de outra, mais conscientes ou menos. Aqui descreves muito bem a tua e de umaforma tão sublime e apaixonante que torna a minha mais leve. Obrigada.

Beijinhos de luz serena

Osc@r Luiz disse...

Um beijo e uma boa semana, Papoila. Não vá se perder no deserto...
Lá tudo parece igual!

soslayo disse...

Papoila:

Bonito, um pouco do eu profundo. Aliás, um pouco de todos nós aqueles que possuem sensibilidade. Qual de nós nunca um dia atravessou o deserto mesmo sem o pisar!? Um beijinho.

Meg disse...

Foi por causa da Isabel Silvestre, que é de lá, sabes?
E tens que contar, do rancho, etc...
Dá cá a mão e anda comigo, vem...