quarta-feira, junho 20, 2007

Os 5 últimos livros que li...

Os meus queridos amigos Renda de Bilros do blog que conversa! e Soslayo do blog In Mente desafiaram-me para falar dos 5 últimos livros que li... Desde pequena que os folheio… primeiro de pano e muito coloridos... depois, recortados e a três dimensões com janelas e portas que se abriam e de onde saíam as mais diversas personagens… depois os “quadradinhos” do Príncipe Valente, O Reizinho, O Condor e O Mundo de Aventuras. Aos 10 anos li o meu primeiro romance, A Mãe de Máximo Gorki, e desde essa altura um ou vários livros acompanham-me vá para onde vá… devoro-os… choro… rio… vivo todas as emoções... Muitos li e reli, como A Cidade e as Serras de Eça de Queiroz onde sempre me delicio com o episódio do Grão-Duque a pescar o peixe encalhado no elevador de pratos e usa como anzol o gancho de cabelo da Madame Oriol enquanto o Jacinto alumia… podem ler aqui ou o Morgado de Fafe e todas as suas aventuras a minha figura de Camilo Castelo Branco preferida… Passemos pois ao desafio que aceitei, apresentar os cinco últimos livros que li...


Ao ouvir que João Garcia, vai mais uma vez ultrapassar a barreira dos 8000m de altitude nos Himalaias, resolvi ler A Mais Alta Solidão que estava nas leituras pendentes...o livro conta a história da subida ao cume do Evereste em 1999. Foi o primeiro português a escalar os seus 8850 m de altitude. Muita gente poderá pensar que esse acontecimento não é suficiente para que a sua história seja capaz de tornar o livro interessante, dado não ter sido o primeiro a fazê-lo, e já se fazerem viagens turísticas aos cumes do Everest. A escalada de João Garcia foi realizada sem recurso às garrafas de oxigénio, o que a torna diferente da maioria. O livro, bem escrito, conta a aventura de subir ao ponto mais alto do planeta…e é uma história de sobrevivência e perda… Relata a força que João Garcia teve para chegar vivo, sorte que o seu companheiro de subida infelizmente não teve.
Não gosto de Nicholas Sparks mas este Natal uma grande amiga ofereceu-me o romance Juntos ao Luar um romance soberbo, que me surpreendeu pela positiva. John e Savannah ao contemplarem juntos a noite de lua cheia sentem-se invadidos pela força de um amor avassalador. Nunca a lua lhes pareceu tão bela com um futuro promissor à sua espera. Uma vaga de acontecimentos coloca-os perante encruzilhadas de vida muito difíceis. As longas separações a que a carreira militar de John os obriga, e o peso quase insuportável da saudade impelem Savannah a tomar uma decisão que irá mudar os seus destinos para sempre. Os sentimentos que nutrem um pelo outro mantêm-se no entanto, inalterados. Será a John que vai caber a mais amarga de todas as decisões, aquela que ditará os seus futuros de uma forma irrevogável. Mas por mais dolorosa que seja a escolha certa, torna-se nítida quando é o amor genuíno que nos inspira, quando sabemos o que significa amar verdadeiramente alguém.
Gosto muito de Lídia Jorge, e li de um fôlego o seu último romance Combateremos a Sombra que conta a história dum psicanalista que numa noite de Inverno é visitado por um antigo paciente que lhe traz uma mensagem, cujo sentido Osvaldo Campos nunca conseguirá decifrar… Pretendo falar-vos mais dele como sugestão de leitura…
Confesso que não tinha ainda lido de Dan Brown o seu romance Anjos e Demónios. Antes de decifrar O Código Da Vinci, Robert Langdon, vive neste livro a sua primeira aventura, quando tenta impedir que uma antiga sociedade secreta destrua a Cidade do Vaticano. Numa corrida contra o tempo, Langdon voa para Roma acompanhado por Vittoria Vetra, uma cientista italiana. Numa caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati - um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja numa guerra entre ciência e religião.
De Alma a Harry, de Constantino Saklarides, professor de Política e Administração da Saúde na Escola Nacional de Saúde Pública da UNL é um livro notável com uma escrita fluida, sensível quase romanceada e por vezes poética de todo o trajecto e episódios mais relevantes dos Sistemas de Saúde do Mundo e de Portugal. O livro conduz-nos ao pensamento e realizações nos Cuidados de Saúde de pessoas excepcionais que já nos deixaram, como Arnaldo Sampaio, Gonçalves Ferreira, João dos Santos e Torrado da Silva. Inclui Coriolano Ferreira, pela sua capacidade organizacinal excepcional, Augusto Mantas um exemplo de competência e discrição, e a capacidade inovadora de Deolinda Martins, para não falar em todos aqueles que conhecemos ainda no activo.
“Poucas pessoas podem contar essa história tão bem como o Constantino Saklarides. Conhece-a porque a viveu sempre de uma forma muito apaixonada”, são palavras de Mark Danzon, Director Regional da OMS para a Europa, no prefácio do livro. É uma leitura imprescindível para compreender a evolução dos sistemas e políticas de saúde, numa perspectiva histórica e social, onde as pessoas são realmente importantes.



Devo passar o desafio a cinco blogs que o passarão a outros cinco... vá lá meninos não me parece que achem esta tarefa árdua e dificil...


Teia de Ariana


Coisas do Gui


Maluca Responsável


Ecos do Tempo


João Oliveira poemas


Se não quiserem continuar não vem mal ao Mundo...


BEIJOS!


24 comentários:

ariana disse...

Ler é sempre bom, mt bom mesmo. Boas escolhas.
Fica bem. Bjs docinhos.

minds disse...

Tenho pena de nao ter mais tempo para ler...:(
Adoro mesmo...

bjs

Miudaaa disse...

Se há fontes de leitura que encontrei, desde que sou uma Bloguinha, o teu espaço, sempre foi um deles, onde bebo muitas letras, muitas frases, muitos excertos.
Ficam as tuas 5 sugestões. De todos, o único que li, foi o Anjos e Demónios do Dan Brown.
Na estante, à espera de vez, tenho o Nicholas Sparks.

Um beijo e boas leituras!!!
miudaaa

Gui disse...

Claro que continuo. Como podia recusar uma sugestão tua? Acho até bem interessante. Quanto à patetice, se achas que não é, fico mais satisfeito. A tua opinião tem para mim muito valor. Estou a falar a sério. Um beijo amigo

collybry disse...

Linda Paloida,o livro companheiro e amigo...
Vim como o ano passado, e já passou 1 ano, verdade...que tenho a Tua bela companhia,

Alcachofra tem espinho
Que marcou meu coração
Hoje lembro com saudade
A noite de S.João

Fica bem, meu doce beijo

Maria Clarinda disse...

Gostei das tuas escolhas, uns já os li, outros não.
Jocas gordas

Zeca Paleca disse...

Ler! Ler muito !
Já leste O MACACO NU do DESMOND MORRIS?

Lê o meu MACACO também.

Felicidades para ti. Um País faz-se com Mulheres e Homens e com Livros.

O MACACO e a BANANA, uma dupla inconfundível produto de um ex-grimpo que se diz messiânico em todas as suas obras poltreneando-se por terras da Bairrada.

Veja o MACACO no:

http://lusoprosecontras.blogspot.com

eheheheheheh

J.G. disse...

Nada tenho a comentar, a não ser que "ler faz bem".

um bjnh.

Luisa disse...

Daqui a uns dias farei a lista dos meus últimos livros. Hoje já não posso porque acabei de publicar um post sobre o verão. Não faz mal atrasar um pouco a minha lista, pois não?

belakbrilha disse...

Por falar em desafios, aqui é mais uma brincadeira para os amigos de verdade!

Se quiseres descontrair um pouco, passa no bela! ;P

bjs

Meg disse...

Papoila, quanta inveja (da boa) eu tenho de ti...
Só desses 5, tenho 2 à espera de serem lidos.
Boas leituras de bons autores.
Um abraço

Peter disse...

Tenho "A mais alta solidão", do João Garcia, mas ainda não o li. Está na "rima". Empilhados, qualquer dia chegam ao tecto. O blog rouba-me o tempo para ler.

P.S. - Não és tu que gostas daqueles artigos que "escrevinho" sobre o Cosmos?

100 Sentidos disse...

Este blog está nomeado para as 7 Maravilhas da Blogoesfera!
Mais informações lá no tasco!

Sandecida disse...

ola
mto boas as tuas escolhas...
deles ja li "juntos ao luar" e "demonios e anjos", desta mesma autora tb li "codigo da vinci"...

bjos sempre doces

Miosotis disse...

F...aça da sua vida o bastante
E...scute o seu coração
L...eia os olhos de quem te ama
I...nspire seu coração
C...onte comigo
I...dealize seus sonhos
D...e mais de você a você mesmo
A...me quem te ama
D...eixe de lado a tristeza
E...assim
S...erá feliz!
♥-:¦:- T
♥-:¦:-♥-:¦:- E
♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦: A
♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦ D
♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦: O
♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦: ♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦: R
♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦: ♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦:-♥-:¦ O

rendadebilros disse...

Tentei deixar um comentário durante o dia, mas os computadores que usei deixaram-me muito mal... não consegui. Venho agora dizer-te que a tua alusão a Eça e à Cidade e as Serras tocam-me profundamente porque parte dos meus antepassados nasceram em Santa CRuz do Douro onde se situa Tormes... e a Camilo Castelo Branco que aprecio imenso, embora alguns o considerem um escritor menor , do que discordo... Era até bem "cinematográfico"... E registei as mais recentes leituras, boas sugestões para férias.
Beijos.

Naeno disse...

MINÚNCIAS

Você vê que eu sou assim: meio pedra, meio doce
E todas as constelações, visto o luar em você,
São o meu único ancoradouro de minhas manhãs.
Toda a manhã de beijos e água escorrendo,
Esse desmanchar dos meus olhos em água
Tomada de gosto de beijos.
Toda a tua pele de pluma quando passeio
Por entre os pelos todos deitados,
Voraz e saborosa, poluente, me sucumbe de ardência
Mesmo o celibato de um monge,
Ou o coração de um gladiador impiedoso.
Dá pra ver que minha pele é um arco-íris
Marcado pela inclemência danosa do sol.
Só que com você em me reparo de alegrias
Um cão solto no mundo, um lobo na tundra
Meus pensamentos são vagos, minha base trepidante
A minha língua é passo, canto e passarinho
Réstia de sol no cinza, asa do bem ao bom
Mas quando você dança vôo deserto em meu olhar,
Eu mal posso canta: minha canção de ternura
Minha flor sonho no fim, estás sem mim.

Um beijo
Naeno

mau feitio disse...

Isso é para quê? Para te chamarem intelectual?

soslayo disse...

Papoila:

Minha querida amiga és uma mulher de cultura! Não esperava outra coisa da tua parte. Tem sido imensas as obras que leste e o mais importante desde de criança que é fundamental nessas idades incrementar o hábito da leitura! Obrigado pelo teu Feedback! Um beijinho.

serenidade disse...

Papoila, como li algures, concordando completamente, um bom livro é o alimento do espírito, pois para mim funciona desse modo.

Ficam as tuas sugestões, obrigada e boas leituras...

Bom fim de semana.

Sereno sorriso

o alquimista disse...

Gira a vida em sua roda, invisível, celebro os dons da terra com a aurora, no espelho desta lagoa em arrepio, vejo um conhecido rosto que chora.

Bom fim de semana

Doce beijo

Nana Lopes disse...

Gosto muito de livros e como estou sempre lendo o que escreves, hoje posso dizer que desses livros li somente 2... Vou tomar como boas sugestões.

Gostaria de agradeçer a visita que fez em meu blog, e claro nem acreditei qd vi que tinha passado por lá, mesmo pq estou ainda no início e não sei quase nada de blogs... é complicado mas vamos apreendendo e nos acostumando... eu sempre ficava vendo o seu blog e confesso que muito do que tenho lá foi inspirado em você e no seu jeitinho "diferente"...

Muito obrigado mesmo pelos elogios, e estarei sempre por aqui...

Nana Lopes

maria disse...

Um excelente texto! Gostei! Amo ler! Beijos!!

su disse...

Vou continuar com o desafio, com toda a certeza. A teia parece que está em manutenção, aliás, o comunidades.net está em manutenção, mas o próximo post será a resposta ao desafio...agora é só esperar que abre as portas de novo! ; )

Boas sugestões...mais umas quantas óptimas para a extensa lista de livros que são esperados pelas minhas prateleiras!

beijinhos aqui da su...da teia.