quarta-feira, setembro 26, 2007

não te peço a lua nem o sol...

Não te peço a lua nem o sol,
abriga-me quando tiver frio,
vou necessitar de teu fogo…
Espero um pouco de amor,
só um pouco de amor,
que me acompanhará
quando me sentir só…
Algumas palavras…alguns gestos…
teus olhos… tuas mãos
um pouco de amor…
Não te peço a lua nem o sol,
mas rever-te um momento…
Um pouco de amor
é tudo quanto espero de ti...

BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

42 comentários:

Mãe e filho disse...

Realmente amor, vale mais do que qualquer coisa neste mundo. Com o amor, ganhamos força para ultrapassar todos os obstáculos da nossa vida. Gosti. Beijos

Entre linhas... disse...

Com amor consegue-se ultrapasar as barrieiras intansponiveis.
Bj Zita

Miudaaa disse...

O amor está recheado de luas e de sóis.
Um beijo da miudaaa

Papoila disse...

Como o amor, e só o amor, nos faz desejar tão pouco e que ao mesmo tempo é o muito que precisamos...

Como as palavras nos encaixam os sentires

Beijos companheira
de campo e de sentires

BF

J.G. disse...

Muito simples, fresco, bonito.

Facilmente entendível sem ser primário nem lamechas. E isso não é fácil conseguir-se!

Um bjnh. para si.

Carminda Pinho disse...

Que o amor te acompanhe na vida.
Beijinhos

Mel de Carvalho (www.noitedemel.blogs.sapo.pt) disse...

O que se pode desejar que valha mais do que "algumas palavras ... alguns gestos ... " de quem amamos?
Existe bem maior?

Creio que não.

Bom voltar aqui, Papoila!

Beijo d(a)Mel

Maria Elisa disse...

Amiga Papoila. Para muitas coisas basta, um pouquinho de amor, num simples gesto de carinho,gostei deste poema.
Papoila,tens no meu cantinho uma pequena referência"com muito carinho".
beijinho de amizade Lisa

PG aka Scorpion disse...

O escorpião aparece e desaparece quando menos esperam mas nunca se esquece de quem visita e nos visita.. :)

Pedes respeito compreensão carinho..se o mereces quem te ama..de ve-te dar..e se o der sem pedir..é porque te ama sem pensar..te ama porque te ama...

jinhos papoila
PG

Meg disse...

Um pouco de amor para se ser tão feliz!
Com um pequeno gesto, uma palavra, um olhar meigo...
Tão simples e tão verdadeiro!
Beijinhos

Palavras ao vento disse...

" Não te peço a lua nem o sol,
mas rever- te um momento..."

Estes dois versos... Fizeram um grande impacto no meu ser...

Regressei na viagem do tempo...

Muitos beijos querida papoila

Maria

k7pirata disse...

Muito bonito.

rendadebilros disse...

... e a ternura viva das tuas palavras...
beijos.

Poliedro disse...

Querida Amiga:
Deixe-me ser sincero.
As pessoas como você é deveriam presenteá-la com a Lua e o Sol.
É tão pura, tão pura nos seus sentimentos, que por maravilharem, mereciam não só um pouco de amor, mas também a Lua e o Sol.
Seria compartilhar o sonho de si. Encontrar a beleza feita encanto e ternura do seu deslumbrante Ser.
Lindo. MABNíFICO. BELO!!!!!!!!!!!!
Beijos de estima e ternura pelo seu arrebatador Ser MARAVILHOSO.
pena

Tem uma escrita Talentosa, sabe?

su disse...

São coisas que já existem lá para ti...pede a forma de olhar, as palavras que acompanhem esse olhar...e a companhia...que aquece esse coração.

Bela imagem e belo poema.

Um beijo em fio aqui da Teia.

Rhiannon disse...

...
"abriga-me quando tiver frio"






Desta vez tenho no catinu uma fotografia minha :)

Maria disse...

Papoila AMEI seu poema! Um pouco de AMOR é muito valioso! É o próprio AMOR! O AMOR É O AMOR! Beijo para ti!

Sol da meia noite disse...

Gostei muito das tuas palavras.
Da tua humildade... apenas pedes um pouco de amor...

Mas nesse pouco de amor, de certeza que sentirás o brilho da Lua e o calor do Sol...

Beijinhos!

Peter disse...

Um "pouco" que é "muito".

zé (do beco) disse...

Afinal é de amor e só de amor que o mundo anda necessitado. Desde que haja amor entre os homens (salvo seja eheheh), o resto vem por acréscimo.
Beijinho.

Poliedro disse...

Passei apenas para lhe pedir emprestados o Sol e a Lua porque jorram beleza de si.
Nos singelos gestos. Nos ternos momentos. Na pureza do olhar.
Que a magia do Sol e da Lua com que Deus nos contemplou sejam adornados de felicidade.
É o que sinceramnte lhe desejo.
Óptimo fim-de-semana
pena

minds disse...

Realmente, nós , mulheres pedimos tão pouko... e mesmo esse pouko nos sacia!!!

Lindo poema... komo todos os outros...

bjs grandes

haziell disse...

O segredo é não correr atrás das borboletas...
É cuidar do jardim para que elas venham até você...
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você..." Desejo uma optima semana. bjoka**

Carminda Pinho disse...

Papoila,
"... abriga-me quando tiver frio..."
Quem não gosta de "colo" quando disso sente necessidade?
Beijinhos, amiga e passa um lindo fim de semana.

markus disse...

Bonitas as tuas palavras, por vezes não se pede mt, mas apenas o q é mais importante...Apenas amor! E por vezes esquecemo-nos do q realmente é importante na vida. Só o amor é real! Bom fds***

O Profeta disse...

Saberás que um bando de gaivotas
Fugidas à fúria de alteroso mar
São pássaros perdidos do ninho
Que a bruma não deixa encontrar

Saberás também que o mar
Cavalga nas asas do vento
Em dias de forte tempestade
Aos olhos de um Neptuno atento

Bom fim de semana

Doce beijo

rendadebilros disse...

Mas agora vou respirar um bocadinho... de outono!!!
Bom fim de semana.

Meg disse...

Mas, minha amiga, eu hoje ouso pedir a Lua, mesmo sabendo que a não posso ter. Para sonhar...
Beijinhos

su disse...

Vale a pena reconciliares-te com a Sétima Arte! Adivinham-se bons filmes para as próximas temporadas!

Beijinhos e bom fim-de-semana.

Katya disse...

Oi miga adorei as fotos da viagem realmente o hotel ibis tem papoilas eu já fiquem em alguns ibis quando viajo perfeito p/vc hehehe
Passei p/ te desejar um ótimo fim de semana Bjkas Mil

Sindarin disse...

Olá amiga querida! Adorei este teu poema. Ainda agora falava com alguém de pessoas especiais k entram na nossa vida e tu és uma muito especial com quem tenho a honra de contar sempre. Pois amiga não te peço tb a lua, nem tão pouco o sol, apenas k continues a presentear-me com a tua bondosa e importante amizade. Tu és uma flor k te destacas no meio de muitas e ñ será pelo rubro da cor mas sim pelo perfume k emanas. Obrigada pelo teu carinho.

Jsilvio disse...

:=)*

Barão Van Blogh disse...

São estes bons momentos que nos trazem a inspiração .Adorei o poema .



"...Na água do mar sem pudor
Nu mergulhar tão lento ..."

Bom fim de semana .

J.G. disse...

PAPOILA:

Haja quem aprende que para andar à boleia tem no mínimo que a pedir com algumas palavrinhas!

Este comentário é para o vizinho de cima.

Hoje, deixo só o meu abraço, pois já comentei este fresco poema.

Huã Galego-Português de Grã Ualor disse...

Huã grã tarde a leitores d'aqueste belogue! Em aquestes dias, hé huã moda de grã ualor ser troador. No entanto, muitieramá viestes, cabrões! A moda Proençal havei padecido faz grão tempo... Vinhei, vinhei a meo belogue, e aqueste ministrél, segrél, jogral e troador mostrar-vos-há come hé huã terra de cantigas...

Hun grão abraço...

http://www.galaico-portugues.blogspot.com

Miudaaa disse...

Olááá!!!
Tens um mimo, à tua espera lá no meu sitio. Vais Buscar??? Beijooo

A paginadora disse...

Lindo poema este,de uma papoila vermelha. Vermelha como o sangue, que nos dá a vida. Sangue vermelho que bombeia um coração que pede tão pouco. Apenas um pouco de amor!
Amor que não devia ser pedido mas simplesmente oferecido, espalhado por aí aos quatro ventos, à mão de semear. Disponível para todos os corações que dele necessitassem.
Um beijinho e que o Amor esteja consigo!

mixtu disse...

e terás, eu é que ando muito ocupado.. (yayaya, brincadeira)

sete sóis-sete luas
tanto amor

ainda bem, porque acredito que todas as cousas são feitas com e por amor...

abrazo europeo

suruka disse...

Ola
Gosto deste poema
afinal não pedes muito.

bjs

António disse...

E aqui temos a Papoila que se descobriu poetisa recentemente.
Continua que vais bem!

Beijinhos

APC disse...

A humildade do pedido-amante...

Chahy disse...

Amar é pedir, não exigir, vestir o manto da humildade, e esperar o beijo de quem ama.

Poema Fantástico.