quinta-feira, outubro 09, 2008

Noite dentro...

Vozes mil que enchem a penumbra… rumores nos quintais aluarados…ruído de motores a descer a calçada… desafio aos pássaros adormecidos... o chilrear sem rima dos pardais...a sombra de um corpo… a explicação de um corpo… as palavras de um corpo... um juízo precipitado sobre o que é realmente belo... o desejo de contar tudo o que é ridiculamente simples… a sensação que me despi do avesso e fiquei ao frio quando rompia a aurora... a serenidade de um vento… que sopra sempre novo... Fora daqui todas as vozes se frustram... São de quem quero, as minhas palavras… do Mundo… dos outros… dos teus olhos onde moram palavras por dizer… esvoaçam e rodam como folhas de Outono… balançam... são navios… à espera de cais! Com os dedos longos da memória… havemos de ter olhos de futuro, para nos reconhecermos… e vai surgir o que agora, é só um sonho...

A todos os amigos as minhas desculpas... Outubro e Novembro vão ser meses de intenso trabalho com dificuldade em vos visitar a todos!

PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!!

22 comentários:

Peter disse...

Repousante. A placidez do texto casa-se com a musicalidade.

Ana Martins disse...

Olá Papoila,
Belo texto, às vezes os sonhos se concretizam.

Papoila não se preocupe, certamente compreenderemos a sua ausência, quanto a mim aguardo o seu regresso, e até lá que tudo lhe corra bem.

Beijinhos

Anónimo disse...

Minha querida e Doce Papoila...TU estás sempre desculpada :*....Sonhos e mais sonhos, que nos alimentam a alma...gostei suave e doce, consegui imaginar e deambular pelas tuas palavras. Bom trabalho...Beijo n´oteudoceolhar ***

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

adorei o texto outonal e a música;)


beijinhossss e estás desculpada...mas aparece!!!!!!

elvira carvalho disse...

Havemos de ter olhos de futuro para nos reconhecermos...
Queira Deus que sim, amiga, que do jeito que a humanidade anda...
Um abraço e bom fim de semana.

Não são necessárias desculpas. As visitas são feitas quando é possível e nos apetece. Tudo o que é feito por obrigação, e em sacrifício, não é agradável. Volte quando puder. No Sexta será sempre muito bem vinda

o escriba disse...

Papoila

Um belíssimo texto que expressa um olhar à volta, do indivíduo e do mundo.
Não se despeça nem se desculpe.
Visite o somadeletras quando quiser e puder.

Um grande abraço
Esperança

suruka disse...

Votos de conquistas em Outubro e Novembro.

Ficam aqui sons e ambientes que me são familiares.

bjs

Agulheta disse...

Querida amiga.São palavras e sentimentos como este,que nos mantém os sonhos.O tempo que for preciso para ti,nós esperamos pelo teu carinho.
Beijinho bfs

Å®t Øf £övë disse...

Papoila,
Gostei muito deste teu texto, mas tocou-me de uma forma muito especial esta frase: "havemos de ter olhos de futuro, para nos reconhecermos..."
Beijinhos.

Rafeiro Perfumado disse...

Pena é que os dedos longos da memória por vezes encolham...

Beijo!

Zé Povinho disse...

Um prosa melodiosa e menos triste do que algumas que já li, o que é bom. Trabalho e mais trabalho, também eu me queixo do mesmo mal, mas antes assim. Haja saúde.
Bom domingo
Abraço do Zé

lua prateada disse...

Lindas palavras acompanhadas de uma música maravilhosa, que nos dá paz...fica a vontade de não sair daqui...
Beijinho prateado

SOL

António disse...

Não trabalhes demais porque podes apanhar um esgotamento...eh eh

Que tudo te corra bem!

Beijinhos

Sophiamar disse...

Só te peço um favor: não deixes de ir postando. Quanto às visitas, amiga, deixa-as para quando puderes.Primeiro o trabalho. E o teu é bem importante.
Quanto ao post. Gostava de saber escrever assim. Lindo! Pleno de sentires captados pela tua sensibilidade. Estou esgotada e varreram-se-me as ideias. Temas para os posts não os há. Vivo do que vou lendo porque este são convívio faz-me bem. E tu fazes parte da roda de amigos cujos afectos são imprescindíveis.

Mil beijinhos

Secreta disse...

O importante é que tu estejas bem , as visitas têm tempo :)
Os sonhos , quando muito desejados , podem tornar-se realidade.
Beijito.

Um Poema disse...

....

Bom trabalho!

Um abraço

O Guardião disse...

Harmonia e musicalidade muito agradável. Os comentários podem ficar para mais tarde, desde que por aqui hajam de vez em quando, novidades.
Cumps

Maria disse...

Amiga Papoila lindissímo texto! "Uma prosa encantadora"! AMEI!Beijo grande!

O Profeta disse...

Um texto tão cheio de profundos sentires...


Doce beijo

Manuela disse...

(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)
« Beijinhos!!! »
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.•´ e boa semana
( `•.¸
`•.¸ )
¸.•)´
(.•´
`*. Manuela

Sininho disse...

Querida Papoila, os sonhos são lindos e alguns viram realidade. Deixar de sonhar, Nunca!
Não se preocupe com o tempo que demorar a visitar todos, cuide bem de si, linda amiga. Todos os seus amigos compreendem. Bom trabalho.
Muitas estrelinhas cintilantes para iluminarem a sua semana com muito carinho, paz e alegria.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

Agulheta disse...

Querida amiga. O trabalho é dos mais importantes,quando gostamos deles! Esta semana para mim tem sido isso,logo a noite amargo.Beijinho sê feliz