domingo, maio 17, 2009

A ausência e a distância...

Não ligues a distância com ausência.
Não ligues a ausência com saudade.
Não ligues esquecimento a latência
Por amar teu silêncio em liberdade.

Pois mesmo distante te acompanho.
Porque mesmo ausente estás comigo.
E se do esquecimento eu te falo
Me falas tu também, meu querido amigo!

Peço-te não confundas a distância;
Que a ausência não passa de um retiro.
Em minh’ alma não cabe a arrogância…

Meu estranho cavaleiro vagabundo
Indócil, meigo, sábio e desvairado,
Segue na vida e vence pel’o Mundo!

PARA TI UM BEIJO MEU!
BEIJOS!!!

23 comentários:

mfc disse...

Claro que se pode estar presente estando-se ausente...

Quase nos 50 disse...

O título diz tudo.
Obrigada pelas suas palavras
Um abraço

Iscte 72-77 disse...

Muito bonito o poema mas eu não gosto do tema....
Tenho uma péssima relação com a ausência...acho-a mesmo insuportavel...deve ser trauma de infância...os meus pais estavam muitas vezes ausentes e hoje em dia, os meus filhos tb...tristes trilhos os meus...

Lua de Papel disse...

Que bom descobrir que ainda estás aqui!
Beijo, suave papoila.

Pico minha ilha disse...

Um belo soneto! Sim a ausência por vezes é só um retiro, mas não quer dizer que existe distância.Beijinhos

Sine qua non disse...

A ausência não passa de um retiro, voluntário ou involuntário, que não é sinónimo de esquecimento. Fortalece, por vezes, a verdadeira amizade.

Bjos

Maria Valadas disse...

"Pois mesmo distante te acompanho.
Porque mesmo ausente estás comigo"

Versos que absorvi na mnha essência.

Sublime.

Boa semana,

Beijinhos.

elvira carvalho disse...

Gostei do poema. Gostava de saber escrever sonetos, mas é um tipo de poesia para a qual sou uma desgraça.
Um abraço

Izinha disse...

Oi maria,

Qdo se está presente no coração, as distãncias não existem...belíssimo poema.

grande bjo!

Isamar disse...

Mais um poema muito bonito, Papoila. Gosto muito de poesia mas, até hoje, nunca me saiu nada que eu pudesse chamar de poema.
Bem-hajas!

Beijinhos

O Profeta disse...

Um Violoncelo reage ao toque
Vibram as cordas, solta-se a melodia
Das mãos escultoras das notas
Saem afagos de sonora magia

Uma alma reage aos acordes
Um coração bate ao compasso
Uma voz entoa dolentemente
Um corpo deseja o abraço


Boa semana



Doce beijo

Agulheta disse...

Papoila!Já de volta a este cantinho,agradeço a preocupação e amizade,o soneto é maravilhoso e estar ausente,não quer dizer distância? quando na volta é maravilhoso o estar.
Beijinho terno

lilás disse...

Um poema destes é um presente...
bjs

O Guardião disse...

Ausência que está apenas à distância de um clique, que vamos dando com prazer.
Cumps

tulipa disse...

Mas a presença da pessoa o saber que está por ai tamabém é importante...
Já sofri por ausencia e por distancia...nem sempre se pode separar...
um abraço
tulipa

Pluma(PrincesaVirtual) disse...

Adorei este poema...

Beijo

Emanuel Azevedo disse...

Deliciosamente belo este poema. Os meus parabéns! Um forte abraço dos Açores.

M@ disse...

Lindo poema.
Gostei muito.
Suave como uma carícia.
Amiga agradeço o teu lindo comentário deixado no meu blog.


SORRIA!¦:--:¦:--:¦:
:¦:--:¦:--:¦:--. Sua página¦:--:¦:--:¦:
:¦:--:¦:--:¦:-- está sendo¦:--:¦:--:¦:
:¦:--:¦:--:¦:--. visitada¦:--:¦:--:¦:
:¦:--:¦:--:¦:--. por alguém¦:--:¦:--:¦:
:¦:--:¦: que tem muito carinho :¦:--:¦:
:¦:--:¦:--:¦:-- por VOCÊ!¦:--:¦:--:¦:
.*._/\_ .*.
. * >,´< * Hoje é
.*._/\_ .*. * . .. *um dia qualquer * . * .
. * . * . ._/\_.
* . * . . * >,´< . Mas, um Oi!
(¨`´¨)×. mesmo que virtual,
..¸(¨´¨) × já faz a diferença.
.... .. `•.¸.•.´Por isto estou aqui,´(¨`•.•´¨)
... ..`•.¸.•´para deixar minha marquinha
¸.•)´ (.•´em seu coração.
(¸.o` ¸.o´¸.o*´¨ ¸.o*¨ ¸.o´ ¸.o`¸.)

_____*_*_*_*________*_*_*_*_
___*_________*___*__________*
__*____________*_____________*
__*______ ___VOCÊ____________*
___*___________É____________*
____*_______ESPECIAL_______*
______*__________________*
________*______________*
__________*__________*
____________*_____*
______________*--*
_______________


Abraço

Manuela

________ s ____
_________s__________
_________s__________
_______s____________
______||____________
___/.\____\________
###|_|____|#####
Que seu dia seja maravilhoso

helia disse...

Os ausentes que nós amamos , mesmo quando longe de nós estão sempre connosco. Lindo Poema!

António disse...

Minha querida amiga!
Agora ando muito afastado dos blogs.
É preciso variar para a vida não cair numa rotina monótona e entediante.

Beijinhos ternos

(quando publicas um livrito? olha que é a melhor maneira de salvares os teus textos em prosa e verso)

Peter disse...

Distância - ausência - saudade, mas não esquecimento.

rendadebilros disse...

A ausência e a saudade: que bem que as disseste...
Beijos.

Ana Martins disse...

Querida amiga,
lindo soneto... Parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins