sexta-feira, maio 22, 2009

pudesse eu!

O tempo passa mas não passa o amor,
basta um sinal para sentir,
que tudo continua intacto...
Pudesse eu dar-te a lua…
o sol… as estrelas…
Pudesse eu!
Pudesse eu dar-te o mar…
as montanhas… os rios…
Pudesse eu!
Pudesse eu dar-te o futuro…
e todos os sonhos…
Pudesse eu!
Que posso oferecer-te?
Amor… respeito…
admiração… dedicação
em cada um dos meus dias…
Um abraço… um beijo…
um carinho…um poema…
uma carta… recordações…
Pois tudo o que tenho
para te dar, vem de dentro…
BEIJO MEU PARA TI!
BEIJOS!!!

17 comentários:

Isamar disse...

Lindíssimo, Papoila!
O que faz o amor!
Que assim continues, amiga.

Beijinhos

Bem-hajas!

Quase nos 50 disse...

Pudesse eu....mas não posso.
O que passsou, passou.

Gostei muito deste poema.
Amar assim até é pecado.
Bjs

lilás disse...

Que maravilha!
Pudesse eu conseguir fazer assim poesia...
Bjs

Ana Martins disse...

Querida amiga,
uma confissão de amor maravilhosa que revela algum desalento pela impotência de dar o impossível.

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

Sonia Schmorantz disse...

Carinho é plumagem bonita, macia, gostosa de sentir.
Quem dá afeto se fortifica; quem o recebe se acalma,
se tranqüiliza, se equilibra.

Um ótimo final de semana, com muito carinho.
Abraço

Pena disse...

Doce Amiguinha:
Disse "isto" somente a duas ou três pessoas.
Há certas pessoas. Há certos encantos. Há certos versos. Há certas pessoas admiráveis de sensibilidade linda.
Que já não sei o que dizer mais...sabe?
É o seu caso, preciosa amiguinha.
Beijinhos de um gigantesco respeito e estima.
Saindo, maravilhado com o seu encanto traduzido em versos notáveis que me silenciam...
Beijinhos.


pena

Bem-Haja pela sua imensa significação de pureza e beleza ímpares...
Sim, acredito plenamente. Possui um interior lindo. Lindíssimo! De fascinar.

Maria Valadas disse...

Querida Papoila... que grandeza de palavras as tuas neste Sublime poema?

" Pudesse eu!"

Claro que podes... e podes tudo!

Bom fim de semana.

Beijinhos.

Zé Povinho disse...

Sinceridade e simplicidade é tudo o que se pode desejar.
Abraço do Zé

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo poema...Espectacular....
Beijos

Mar disse...

Um poema lindíssimo! Passei e adorei o espaço.

um beijinho

Iscte 72-77 disse...

O amor é assim...simples...as pessoas e os enquadramentos é que complicam....muito bonito e ...sensato...
Peço desculpa de ainda não ter respondido ao teu desafio que muito agradeço mas implica trabalho de pesquisa, já o tenho na cabeça...é questão de acertar a pesquisa. Mas tenho um desafio dos super fáceis para ti...

bjss

A Casa da Buganvília disse...

Gosto do teu blogue.
Tem um bom domingo.
Um abraço

Agulheta disse...

Papoila. O amor assim é. sem limite nem hora ou momento...só aquela palavra" pudesse eu" mas como to o fizeste e bem.
Beijinho

Peter Pan disse...

Tem algo no "Cantinho Do Nunca".
OBRIGADO pela sua imensa significação.
Até sempre.
Beijinhos

pena

Ver-nos-emos sempre aqui e no Memórias Vivas e Reais.
É a última vez que comento como Peter Pan.

helia disse...

Mais um lindo Poema
" Um abraço... um beijo...um carinho..." Quando tudo vem de dentro, nada mais é preciso...

pico minha ilha disse...

Pudesse eu ter mais tempo para aqui passar.Adorei o poema!Nas palavras que vem de dentro tudo podemos e conseguimos.Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
pudesse eu,
poder, poder,
,
belo post,
,
conchinhas floridas, deixo,
,
*